24.9 C
Vitória
domingo, 26 maio, 2024

O que é o Burnout e como evitar chegar a este ponto

Uma vida profissional desgastante e sobrecarregada pode levar o indivíduo a desenvolver um quadro de esgotamento físico e mental: o burnout

Por Letícia Vieira

O termo burnout (queimar por completo), que só se aplica no ambiente laboral, foi criado pelo psicanalista germano-americano Herbert Freudenberger, em 1974, para descrever o adoecimento que observou em si e em colegas. Sua principal característica é o estado de tensão emocional e estresse crônico provocado por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes.

- Continua após a publicidade -

O assunto merece mesmo atenção. Descansar não se resume a simplesmente dormir de seis a oito horas por noite. A qualidade do sono é muito importante para nos sentirmos renovados, mas também é essencial fazer pausas na rotina quando estamos acordados.

Para alguns, não fazer nada é a melhor opção, enquanto outras pessoas entendem que aderir a uma atividade esportiva ou artística é a melhor maneira de desafogar a mente.

O compromisso com o descanso deve ser o mesmo assumido com o trabalho. Pode ser tanto uma boa noite de sono quanto um momento de lazer, fazendo o que se gosta, aponta o psiquiatra e professor universitário Rodrigo Eustáquio Teles Vieira. “É o que eu digo aos meus pacientes inclusive: o descanso é uma necessidade física e psíquica. É o momento em que recarregamos nossas energias”, completou.

Síndrome de Burnout

Uma vida profissional desgastante e sobrecarregada pode levar o indivíduo
a desenvolver um quadro de esgotamento físico e mental conhecido como a doença o século 21, a Síndrome de Burnout.

A exaustão especificamente relacionada ao ambiente de trabalho se tornou motivo de preocupação em todo o planeta e, não por acaso, passou a constar no documento de referência de doenças usado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o ICD-10, ainda na década de 1990. Nele, o burnout se enquadra na categoria de “problemas relacionados a dificuldades de gestão da vida”. Sua definição é breve e direta: estado de exaustão vital.

Ainda segundo a entidade internacional, problemas associados à saúde mental no trabalho acarretam queda de produtividade, que resulta em perda de US$ 1 trilhão por ano no mundo. No Brasil, conforme estudo da Escola de Economia de Londres de 2016, a depressão no meio laboral faz o país ter prejuízo de US$ 63,3 bilhões, o que o torna o vice-líder nesse ranking negativo, atrás apenas dos Estados Unidos, onde o mal é considerado problema de saúde pública.

“É o que eu digo aos meus pacientes: o descanso é uma necessidade física e psíquica. É o momento em que recarregamos nossas energias”
Rodrigo Eustáquio Teles Vieira, médico psiquiatra e professor universitário

Ainda no Brasil, a Associação Internacional de Gestão de Estresse estima que 32% dos profissionais padeçam desse esgotamento.

“A síndrome vem sendo estudada desde a década de 1970, e a tendência é que um número maior de trabalhadores sofram com ela, pois o mundo corporativo cobra cada vez mais resultados, e a pressão só tende a aumentar”, avalia a psicóloga e analista de RH Magda de Oliveira Costa.

A psicóloga ainda pontua que, segundo a OMS, a depressão será a doença mais incapacitante do mundo até 2020, e o trabalhador exposto de forma prolongada aos estressores emocionais oriundos do quadro organizacional pode vir a desenvolver a sucumbir à agressiva estafa.

De acordo com a psicóloga os sintomas da síndrome de burnout podem ser fisiológicos, psicológicos e na conduta organizacional. No primeiro, ocorrem cansaço, fadiga, distúrbios do sono, falta de apetite e dores musculares e de cabeça.

Cinco dicas importantes para o seu bem-estar

Transforme momentos de descanso em algo benéfico para sua mente e seu corpo!

  • Não tenha vergonha do lazer: Ser um workaholic é prejudicial. Se não agora, com certeza no futuro.
  • Crie momentos de descanso: Organize seus compromissos e se obrigue a momentos de lazer e descanso na sua agenda.
  • Mexa-se: Crie uma rotina de exercícios! Vença a preguiça.
  • Estimule o ócio criativo: Fuja de sentimentos que aumentam a ansiedade e sabotam o descanso. Exercite a mente com atividades que dão prazer!
  • Regule seu sono: Tenha boas noites de sono. Não vale acordar com a sensação de que está mais cansado do que quando se deitou.

*Esta matéria foi publicada originalmente na Revista ESBrasil 161, em janeiro/2019, e atualizada em 2021. Fatos, comentários e opiniões contidos no texto se referem à época em que a matéria foi originalmente escrita.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA