26 C
Vitória
terça-feira, 23 abril, 2024

Empresários da Serra debatem sobre inovação

Foram apresentas estratégias de inovação e de como identificar oportunidades para investimentos

Por Amanda Amaral

Inovação foi o tema do 207° Café com Negócios, que reúne periodicamente empresários que atuam no município da Serra. Entre as dicas para os empreendedoras: etapas do processo de inovação; identificação de oportunidades; ferramentas e linhas de financiamento.

- Continua após a publicidade -

A iniciativa é da Associação dos Empresários da Serra (Ases). O evento aconteceu na manhã desta quarta-feira (14). A equipe do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), repassador exclusivo das linhas da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) no Estado, também participou. 

O diretor de Negócios do banco capixaba, Marcos Kneip Navarro, explicou que as linhas Finep podem ser um impulso para os empreendedores. “Neste ano, triplicamos as liberações Finep pelo Bandes, fruto de um trabalho de desburocratização e priorização de projetos de inovação que agregam valor às empresas. Conseguimos levar os financiamentos Finep para o Estado, na Capital e no interior”, ressaltou o diretor de Negócios do Bandes.

Entre as propostas do Bandes estão: Finep Inovacred; Finep Inovacred; e Finep Aquisição Inovadora Telecom. Todas para iniciativas de até R$ 15 milhões. Outra palestra do evento ficou por conta do fundador e CEO da aceleradora de negócios Azys Inovação, Denis Ferrari, que abordou o tema “Como inovar não sendo uma startup?”.

Estratégias de inovação

“Existe uma ideia que só as startups estão facultadas a inovar, mas é justamente o contrário, as pequenas e médias empresas são o maior celeiro de oportunidades não aproveitadas, porque elas têm todo o necessário para tal, como estrutura, acesso a capital e problemas reais a serem solucionados. O que elas precisam é, inicialmente, mapear as oportunidades”, disse o palestrante.

Denis afirmou que o processo de inovação é um fluxo composto de algumas etapas, que transformam oportunidades em resultados. Para ele, todos podem ser criativos, porém, nem toda ideia é boa na prática. Ao identificar uma boa ideia, é hora de saber se já existe algo desenvolvido ou em desenvolvimento. No caso de alguma ideia em desenvolvimento e gerando resultado, uma alternativa é se associar a ela, ao invés de começar do zero.

“Ser inovador é buscar formas de ser mais produtivo e os empresários podem identificar oportunidades em três níveis: na própria empresa, no cliente e nas tendências. Nesse contexto, é importante estar atento: quem pensa que Chat GPT é uma tendência está atrasado, o Chat GPT já é uma realidade nos dias atuais”, avalia.

inovação
Diretor no Bandes, Marcos Kneip falou no evento sobre linhas de financiamento. Foto: DIvulgação/Bandes

Na sequência, Denis apresentou uma série de ferramentas de inovação que mudaram contextos de diversas empresas, com exemplos práticos, e citou a importância do network e o intraempreendedorismo como ferramentas para a inovação. O evento contou também com a fala da diretora de Relacionamento com o Associado da Ases, Leonelle Lamas, que destacou a criação do Movimento Inova Serra, e apresentações do Pitch de Inovação do Lab Prefeitura da Serra, feita pelo representante da área Jacques Douglas Danzi; e da campanha do agasalho do Instituto Ide, feita pelo presidente do Instituto, Ricardo da Cruz.

A edição 207° Caneg aconteceu no Steffen Centro de Eventos, na Serra, e reuniu um público de 180 participantes. O próximo encontro será dia 12 de julho.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA