Capixaba conquista ouro em casa no vôlei de praia

Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

André Stein (ES), ao lado do parceiro George (RJ), conquistou o pódio no evento que abriu a temporada brasileira, nesse domingo (29), em Vila Velha

E teve capixaba no pódio no Circuito Brasileiro de vôlei de praia 2019/2020, o Open de Vila Velha, que chegou ao final nesse domingo (29). A dupla André e George (ES/PB) venceu Thiago e Guto (SC/RJ) por 2 sets a 0 (21/18 e 21/19) na quadra central da arena montada na Praia da Costa.

O capixaba André, natural de Vila Velha, contou a emoção em conquistar o título de campeão em casa. “Esta foi a primeira vez que realmente eu não consegui segurar as lágrimas. Eu já me emocionei algumas vezes no esporte. E aqui foi muito especial, pois é a praia onde cresci, onde conheci o vôlei de praia. A minha família toda estava presente, muitos amigos, inclusive alguns que eu não via há anos. Foi para coroar este ano que foi tão difícil”, contou.

A dupla André e George venceram a competição que encerrou nesse domingo (29), em Vila Velha. – Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

Já George destacou o bom desempenho do parceiro e a emoção em ganhar o prêmio. “Este é o meu terceiro título em um evento nacional. Nós viemos de uma sequência boa, fizemos uma excelente campanha no Superpraia, e agora conseguimos este título tão importante em casa. Eu já senti o gostinho de vencer em casa uma vez, e sei bem o que ele está passando agora. Fico muito feliz por ele ter esta experiência, e pela nossa dupla que chega a mais um título”, comentou ele.

A medalha de bronze ficou com Saymon, campeão na etapa passada, e Arthur Lanci que venceram de virada Ricardo e Vítor Felipe por 2 sets a 1 (9/21, 21/18 e 16/14). As duplas campeãs receberão R$ 45 mil de premiação.

Ao todo são sete eventos. A segunda parada do Brasileiro ocorrerá entre os dias 23 e 27 de outubro, em Cuiabá, Mato Grosso. A terceira etapa será em novembro de 2019. Já as outras quatro serão realizadas no primeiro semestre de 2020, mas ainda não tiveram datas e cidades divulgadas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Homenagem

Outra dupla também foi campeã, mas de outra forma. Na noite de sábado (28), Ricardo e Emmanuel e os técnicos Gilmário Cajá e Rossini receberam uma homenagem da CBV. A celebração pelos 15 anos do ouro conquistado na Olimpíadas de Atenas, emocionou o público, que lotou as arquibancadas.  A entrega de placas comemorativas foi feita momentos antes da decisão feminina do Open do Circuito Brasileiro 2019/2020.

A dupla Ricardo e Emanuel e os técnicos receberam a homenagem por 15 anos da conquista das medalhas de ouro em Atenas. – Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV)

“Olhar o resultado pode parecer que foi apenas mais uma medalha em meio a outras tantas do esporte brasileiro. Mas acho que eu e o Ricardo, com aquela conquista, mudamos muitos paradigmas da modalidade. Trouxemos a estatística para dentro do vôlei de praia, o que hoje todos usam, uma comissão multidisciplinar, criamos um modelo de jogo com um jogador alto na frente e outro rápido no fundo. Conseguimos implementar mudanças que melhoraram o esporte, um sentimento de que fizemos algo pela nossa modalidade. Sempre estivemos disponíveis para fazer o vôlei de praia o melhor esporte possível. Receber essa homenagem, quinze anos depois, eu consigo ver que as gerações seguintes seguiram nossos passos, me sinto orgulhoso”, comentou Emanuel, que atualmente é Secretário da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

Já Ricardo afirmou que uma conquista como esta faz com que o esporte ganhe uma exposição muito grande. “É uma modalidade que sempre teve grandes ídolos, atletas que brilharam na quadra migraram para a praia e trouxeram ainda mais popularidade. O esporte cresceu. E de lá para cá, nestes 15 anos, muita coisa evoluiu, os jovens talentos surgem almejando o mesmo sucesso dos atletas do passado. A cada renovação o Brasil continua entre as maiores forças do vôlei de praia. Receber essa homenagem é um combustível para mim, é um prazer entrar em quadra e passar para os mais novos minha experiência”, disse.

Meninas  campeãs

A dupla Ágatha e Duda (PR/SE) conquistou o título da etapa Vila Velha (ES), no sábado (28) à noite. Na primeira parada do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 19/20, elas  superaram Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). A vitória foi por 2 sets a 0 (21/13, 21/11), na arena montada na Praia da Costa.

Campeãs na etapa vôlei de parai de Vila Velha 2019
Imagem: William Lucas/Inovafoto/CBV

A paranaense e a sergipana chegaram ao Espírito Santo depois de uma rápida pausa. Elas não estiveram na disputa do Superpraia, em Brasília (DF), no mês passado, vencido por Ana e Rebecca. Optaram pelo descanso após um período de seis semanas seguidas rodando o Circuito Mundial.

“Estamos muito felizes pois não é fácil jogar com essa disposição e motivação depois de um período tão desgastante do Circuito Mundial. Chegar motivadas na primeira etapa do Brasileiro, concentradas, não é fácil depois de tudo que já fizemos esse ano. A minha alegria é pela nossa superação e conseguir um título já na reta final do ano”, contou a paranaense.

As duas duplas chegaram invictas na decisão em Vila Velha, Ana e Rebecca sequer tinham perdido um set. Para Duda, o nível de competição entre os times brasileiros faz com que cada jogo seja definido na estratégia.

“A Ana e a Rebecca jogam demais. A gente sempre se enfrenta e elas estão fazendo coisas diferentes, surpreendendo. É como num jogo de xadrez, a estratégia faz a diferença. Estamos muito felizes com o trabalho que vem sido feito pela nossa comissão técnica, e este título eu dedico a eles”, disse a sergipana.

A medalha de bronze ficou com Fernanda Berti e Bárbara Seixas (RJ), campeãs brasileiras da temporada 2018/2019, que superaram Taiana e Talita por 2 sets a 0 (21/17 e 21/14). As duas partidas foram transmitidas ao vivo pelo SporTV 3.

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

A segunda etapa será em Cuiabá (MT), de 23 a 27 de outubro e a terceira etapa, em novembro de 2019. As outras quatro a serem realizadas no primeiro semestre de 2020 ainda terão datas e cidades divulgadas pela CBV.

Conteúdo Publicitário