24.8 C
Vitória
segunda-feira, 28 setembro, 2020

8 dicas para motoristas de aplicativos se prevenirem do coronavírus

Leia Também

Cuidado com a imagem da sua empresa!

Uma organização, pequena ou grande, está baseada primordialmente naquilo que é o seu objetivo

Economia brasileira: vítima dos personalismos de governo

É lamentável ter que testemunhar episódios como o da criação do TRF-6 Por Arilda Teixeira Aqueles que acreditam que a combinação de república democrática com economia...

O boom no turismo regional no mundo pós-pandemia do coronavírus

Estratégias para diferenciação e melhor aproveitamento da imensa demanda por hotéis e pousadas

Plataformas como Uber, 99 Pop e outras continuam operando normalmente. Se você é motorista de aplicativos, fique atento às dicas!

Em meio à pandemia do novo Coronavírus e a indicação de quarentena pela Organização Mundial da Saúde (OMS), muitos empresas liberaram seus colaboradores para trabalhar no sistema home office.

Algumas profissões, porém, não conseguem utilizar a tecnologia a seu favor para performar de casa. Entre elas, os motoristas de aplicativos. Para que não precisem paralisar suas corridas, correndo o risco de diminuírem sua renda mensal ou ficarem muito suscetíveis ao vírus – já que esta tem sido uma modalidade bastante usada pelos brasileiros para evitarem transportes de grande aglomeração -, os motoristas precisam redobrar a atenção, pois trabalham por horas em um espaço fechado e lidam diretamente com um público rotativo que frequenta locais diversos como aeroportos e  rodoviárias.

Diante deste cenário, o co-fundador da Vai.Car, plataforma de compartilhamento de carros no Brasil, JP Galvão, listou algumas dicas de como os motoristas de aplicativo podem se prevenir durante a corrida. Confira!

1- Disponibilize álcool em gel nos carros: Devido a grande rotatividade de passageiro, os motoristas podem disponibilizar álcool em gel nos carros tanto para uso pessoal, quanto para os usuários do transporte. Não tenha vergonha de sugerir ao passageiro que utilize o produto;

2- Lave as mãos: É importante lavar as mãos com água e sabão em diferentes períodos do dia, o que diminui as chances do vírus prosperar após o contato com uma superfície contaminada ou com um paciente infectado;

3- Use luvas para dirigir:  Além do álcool e da higienização constante da mão, usar luvas é uma ótima dica, já que a mão estão sempre nos volantes, maçanetas câmbio, entre outros. Muitas vezes a correria do dia a dia pode fazer com que esqueça uma vez de usar o álcool, portanto a luva vai proteger de uma possível distração;

4-Cuidados ao tossir e espirrar: Sempre cubra a boca e nariz  com o braço ao tossir e espirrar. Nunca com as mãos, que são um dos principais vetores ao contágio. Lenços descartáveis podem ser oferecidos a quem está no banco de trás, desde que sejam devidamente descartados posteriormente;

5- Deixem as janelas do carro abertas: Ambientes fechados são mais propícios para a circulação de agentes infecciosos como os vírus. É recomendável, portanto, manter a ventilação com os vidros abertos ou mesmo com o ar-condicionado (o modo de recirculação, ativado no botão com uma setinha giratória, não é recomendado neste caso).

Vale ressaltar que é importante manter a manutenção do ar-condicionado. Os filtros acumulam sujeira e, se não forem devidamente higienizados periodicamente, são locais favoráveis para o desenvolvimento de vírus, fungos  e bactérias;

6- Evite contato físico: Durante a corrida, evite manter contato próximo com o passageiro aos inícios e términos das viagens;

7- Higienize partes dos veículos: Ao finalizar seu dia de corridas, faça a higienização dentro do veículo,  como o volante, câmbio, maçanetas e bancos;

8– Uso de máscara no carro: Especialistas em saúde pública afirmam que adquirir uma máscara só é recomendável a quem está infectado com o vírus ou que se mantém um contato próximo com o paciente, mas se estiver resfriado ou com tosse, utilize a máscara para evitar propagação e confusão de sintomas. Todo cuidado é importante neste momento;;

Uma dica muito importante é o cuidado com a saúde. “Se, mesmo tomando essas precauções, o motorista ou o passageiro apresentarem sintomas parecidos com o de uma gripe, como febre, cansaço, tosse seca, dores no corpo ou dor de garganta, procure a unidade de saúde mais próxima.”, diz.

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Mais Motores

Produção do Audi Q3 1.4 TFSI é iniciada no Brasil

A Audi anunciou na última sexta-feira (11), o início da produção local do Q3  O SUV é o segundo modelo da...

Feriado requer atenção nas estradas

Muitas pessoas irão aproveitar o feriado do Dia das Crianças (12) para passear e visitar parentes, e por conta disso, é preciso redobrar a...

Volante sensorial auxilia na segurança dos condutores

A peça foi desenvolvida pela Jaguar e é capaz de avisar quando o condutor deve virar à esquerda, à direita e outras direções A Jaguar...

Blogs e colunas

Yamaha lança scooter Star Wars

Disponível apenas na cor branca, o modelo Aliança Rebelde traz marcas que simulam desgaste por uso na carenagem

E-Tron Sportback chama atenção em silêncio

O painel se destaca pelo desenho e funcionalidade. O acabamento interno tem revestimento de couro, alcântara e alumínio

L200 Triton mantém base e muda visual

Entre os recursos de segurança, um dos destaques é o corte da aceleração caso os pedais de freio e acelerador sejam acionados simultaneamente