22.9 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

Caixa pede a clubes que tirem sua logomarca das camisas

Leia Também

Milton Ribeiro é confirmado como ministro da Educação

Em sua rede, Bolsonaro apontou que "Doutor em Educação pela USP, mestre em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e graduado em Direito e Teologia".

Bike Vitória retorna às atividades na próxima segunda (13)

As bikes poderão ser utilizadas de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas e, aos sábados, das 7 às 13 horas.

Governo do Estado autoriza obra de escola indígena em Aracruz

A Escola Estadual Indígena de Ensino Médio (EEIM), localizada na Aldeia de Caieiras Velha, possui 882,68 metros quadrados e o investimento será de R$ 496.734,33.

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies

Os saldos das obrigações suspensas devem ser pagos de forma diluída. Saiba mais! O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que suspende o pagamento de...

O banco não renovou os contratos com 25 clubes brasileiros. Clubes receberam o aviso em 2018

Vinte e cinco clubes brasileiros passarão a não contar mais com o patrocínio da Caixa Econômica Federal nesse ano. Por conta disso, o banco solicitou que a logomarca seja retirada das camisas dos atletas.

Os times receberam uma notificação em 2018, informando que não disponibilizaria mais o patrocínio, por isso não se surpreenderam com o anúncio feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o dinheiro da instituição estatal pode ser melhor aplicado.

“Às vezes, é possível fazer coisas 100 vezes melhores com menos recursos do que gastar com publicidade em times de futebol”, de acordo com o ministro.

É importante destacar que a instituição estatal injetou no futebol R$ 191,7 milhões em 2018, segundo levantamento feito pelo Diário Oficial. Os dados incluem, além dos clubes, patrocínios para os torneios estaduais no Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe, Copa Nordeste e Copa Verde.

Em entrevista ao portal UOL, uma fonte do marketing do banco, que pediu para não ser identificado, disse que “Diferente do que acontecia antigamente, a Caixa pediu que os clubes retirem o logo das camisas. Em outras negociações de renovação do contrato, os clubes permaneciam com a marca, em sinal de respeito ao acordo que tinha acabado de terminar”.

Vale lembrar que apenas duas permanecem com contratos ativos até o final de fevereiro deste ano: o Botafogo (RJ) e o Sport Recife (PE).

“Preocupa [a saída] porque fazemos planejamento com isso. O patrocínio é bom para o banco”, disse o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz.

Clubes perdem

O tema é tão sensível para os times, que sem o patrocínio os times perdem R$ 35 milhões e iniciam a temporada sem qualquer perspectiva. De acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU), é “irregular a prorrogação de contratos de patrocínio” de empresas estatais.

O TCU reforçou que, uma vez que os mesmos “não se constituem em serviço de natureza contínua”. Este acórdão complicou a vida de clubes que dependem dos recursos da Caixa, mas não poderão contar com o recurso.

O clube que mais será prejudicado é o Flamengo que conta com R$ 25 milhões mensalmente. O rubro-negro também perdeu o Carabão, que ficava estampado na manga da camisa. Foram investidos, aproximadamente, R$ 200 milhões no clube, mas os valores estavam atrelados à venda de bebidas.

O Fluminense também tentou reverter o quadro, vendendo algumas propriedades de sua camisa, mas não teve sucesso em relação à Caixa.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

ArcelorMittal Tubarão religará o segundo alto-forno neste mês

O equipamento, com capacidade para produção de 1,2 milhão de toneladas de ferro gusa/ano, estava paralisado desde o ano passado, quando passou por uma ampla reforma de manutenção.

Saques do auxílio emergencial e do FGTS antecipados. Como fazer?

Muitos brasileiros estão recebendo os valores por meio do aplicativo Caixa Tem. Para isso, algumas fintechs permitem que a transferência seja realizada antecipadamente.

CNI: acordo traz segurança a comércio exterior de produtos brasileiros

CNI comemorou ratificação do Protocolo de Nagoia. Saiba mais! A Confederação Nacional da Indústria (CNI) comemorou a ratificação do Protocolo de Nagoia, aprovada nesta quarta-feira...

Vida Capixaba

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...

Vacinas contra gripe para público em geral

Desde o dia 30 de junho, não há mais grupo prioritário. Com isso, todas as pessoas podem receber a dose.

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.
Continua após publicidade