23.8 C
Vitória
quarta-feira, 22 maio, 2024

Casagrande após prisão de suspeito de assassinar enfermeira: “Resposta rápida”

Governador prometeu rigor da polícia capixaba após assassinato de enfermeira grávida em Alfredo Chaves

Por Robson Maia

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), se pronunciou em suas redes sociais após a prisão do suspeito de assassinar a enfermeira Íris Rocha, de 30 anos, na última quinta-feira (11). O gestor celebrou a “resposta rápida” das forças de segurança do Estado diante do crime bárbaro que chocou a população capixaba.

- Continua após a publicidade -

O principal suspeito no caso é Cleilton Santana dos Santos, de 27 anos, ex-namorado da vítima. A polícia encontrou o corpo de Íris com marcas de tiros no tórax e coberto de cal às margens de uma estrada rural do município de Alfredo Chaves, Região Serrana do Espírito Santo. Apesar do corpo ter sido encontrado no último dia 11, o reconhecimento pela família só foi realizado na segunda-feira (15) após uma investigação da polícia. Até então nenhum suspeito tinha sido localizado.

Casagrande após prisão de suspeito de assassinar enfermeira: “Resposta rápida”
Íris Rocha, enfermeira grávida de 8 meses assassinada no Espírito Santo – Foto: Reprodução/Redes

Contudo, após investigações da Polícia Civil definirem Cleilton como principal suspeito, o ex-namorado da vítima foi preso no início da tarde desta quinta-feira (18), ao passar de carro com o advogado pelo posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Viana, na BR-262.

Cleilton, segundo o advogado Rafael Almeida, foi detido quando seguia de carro para se entregar na Delegacia de Alfredo Chaves. No entanto, o suspeito foi levado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Vitória, para prestar depoimento.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) informou por meio de nota que o homem foi localizado em uma ação conduzida pela Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia de Alfredo Chaves. “A ocorrência está em andamento e informações adicionais serão divulgadas assim que possível”, diz em nota.

No X (antigo Twitter), Casagrande destacou a eficiência das forças de inteligência e segurança do Espírito Santo e prometeu ser rigoroso em casos de crimes bárbaros em solo capixaba.

“O principal suspeito do brutal assassinato da enfermeira Íris Rocha está preso. Resposta rápida e eficiente das nossas forças policiais comprovando que esse crime cruel, assim como qualquer crime, não será tolerado e será combatido com rigor”, afirmou Casagrande.

O secretário de Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, também comentou o caso em uma publicação em suas redes sociais. Em um vídeo, Ramalho chama a atenção para o trabalho da polícia capixaba e avalia o crime como “um caso bárbaro, que chamou a atenção de toda a sociedade brasileira”. “Covarde está na cadeia”, disse no texto da postagem.

Apesar do crime ter acontecido no município de Alfredo Chaves, Íris residia na Serra, na Grande Vitória. A vítima estava no oitavo mês de gestação. Íris também tinha um filho de 8 anos.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA