Os benefícios do amor na velhice

(Fotografia - Shutterstock)

Não há idade para ter os benefícios de uma paixão

O Dia dos Namorados está chegando e muitos casais já estão se programando para comemorar a data mais romântica do ano de uma maneira especial, com direito a jantar, presentes e surpresas. E como o amor não tem idade, a velhice também é tempo para amar.

Segundo o psicólogo da Jequitibá Residência Assistida, Gustavo Souza, a experiência afetiva e amorosa contribui para uma melhor compreensão dos processos de envelhecimento, posto que amplia o contato com o próprio corpo, favorecendo maior compreensão das mudanças e as eventuais crises dessa fase da vida. Além disso, o relacionamento afetivo-amoroso fortalece os vínculos, o companheirismo e a intimidade entre os casais.

“Vale ressaltar que essa intimidade configura-se como um importante benefício trazido pelo relacionamento entre os adultos mais velhos, pois eles se sentem valorizados e desejados, apesar das limitações impostas pelo tempo. Os idosos têm com quem confidenciar seus sentimentos, seus pensamentos, suas preocupações e seus sofrimentos. Estar apaixonado faz o idoso se sentir mais feliz e motivado e ainda desperta a vaidade que, muitas vezes, se perdeu ao longo da vida e que é tão importante para o corpo e a mente”, afirmou o profissional com vasta experiência no atendimento a idosos.


LEIA TAMBÉM
Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!