23.3 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

Banestes bate recorde de lucro no terceiro trimestre

Leia Também

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...

Terminam hoje inscrições para o Sisu

Pela 1ª vez, são ofertadas vagas na modalidade a distância. Saiba mais! Estudantes que participaram da edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino...

Covid-19: Brasil registra 69,1 mil mortes e 1,75 milhão de casos

Há 632 mil pessoas em acompanhamento e 1.054.043 estão recuperadas. Saiba mais! O Brasil registrou 69.184 mortes em função da pandemia do novo coronavírus. Nas...

Resultado do período revela lucro líquido de R$ 167 milhões, uma evolução de 22,6% em relação a igual período de 2018

Banestes bate recorde de lucro líquido. O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes S.A) obteve lucro líquido de R$ 167 milhões no acumulado dos nove meses de 2019. Isso representa uma evolução de 22,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

O destaque ficou por conta da expansão das receitas de prestação de serviços (+10,1%) e de operações de crédito (+5,0%). Os números foram divulgados em reunião pública, realizada na manhã desta terça-feira (12), na agência Banestes Valores, em Vitória-ES.

Lucro recorde

O terceiro trimestre do ano registrou lucro líquido de R$ 58 milhões, crescimento de 27,5% em relação ao trimestre anterior e de 5,5% comparado ao mesmo trimestre de 2018. O Resultado Operacional atingiu R$ 91 milhões, evoluindo 32,9% contra o trimestre anterior.

Essas variações foram decorrentes, principalmente, do aumento das receitas com crédito (7,9% em 3 meses e 5,6% em 12 meses), das receitas com serviços (2,3% em 3 meses e 8,7% em 12 meses) e de ganhos com reversões operacionais, com destaque para as reversões cíveis.

Estratégias

O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, comemorou o resultado positivo e reforçou que os números são um reflexo das atuais estratégias adotadas. “Nos últimos três meses, mantivemos o foco na modernização dos sistemas de informação, de infraestrutura de comunicação e da segurança”.  Além disso, houve investimento na expansão das operações dos cartões de crédito Banestes Visa e também do Banescard.

José Amarildo apontou ainda que a instituição ampliou a prestação de serviços por meio dos canais digitais, como o Internet Banking e o Aplicativo Banestes. Da mesma forma, recebe destaque ainda o App Banestes Cartões, o mais recente lançado pelo Banco.

Segundo ele, tudo isso, imersos em uma nova cultura interna em desenvolvimento: a de inovação. “Por meio da Gerência de Laboratório Banestes (Gelab), temos promovido a transformação digital, conectando pessoas, ideias, compartilhando conhecimento, de forma a desenvolver equipe e promover a interação do Banco com o ecossistema de inovação”

O diretor de Relações com Investidores e Finanças, Fernando Poncio Paiva, detalhou os resultados obtidos ao público presente. Segundo Paiva, o resultado positivo representa o compromisso do banco com seus acionistas e com o desenvolvimento local. “Reflete o esforço e a estratégia assertiva desempenhada por toda equipe … que possibilitou uma excelente remuneração aos acionistas”.

Apresentação dos resultados do terceiro trimestre do Banestes
O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, apresentou os resultados (Foto – Divulgação)

Resultado do terceiro trimestre

No terceiro trimestre do ano, o Lucro Líquido por ação foi de R$ 0,18, acumulando o valor de R$ 0,70 nos últimos doze meses. Nesse período, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido Médio (ROE) foi de 14,1%.

A Margem Financeira registrou R$ 183 milhões no terceiro trimestre do ano, aumento de 9,8% na comparação com o trimestre anterior. O principal item que impactou positivamente o resultado foi as receitas com operações de crédito (+7,9% em 3 meses e +5,6% em 12 meses). Em seguida, a despesa com provisões de crédito (93,0% em 12 meses).

No terceiro trimestre, as Receitas de Prestação de Serviços somaram R$ 94 milhões. Isso representa um aumento de 2,3% em relação ao trimestre anterior. E de 8,7% contra o mesmo trimestre de 2018, diante da elevação das receitas com administração de fundos (+12,8% em 3 meses e +22,8% em 12 meses), das receitas com cartões (+4,6% em três meses e +10,2% em 12 meses) e das receitas com conta corrente e depósitos (+6,3% em 3 meses e +7,7% em 12 meses). No acumulado do ano, registraram R$ 270 milhões, crescendo 10,1% contra o mesmo período de 2018.

Inadimplência

O Índice de Inadimplência da Carteira de Crédito Ampliada (> 90 dias) encerrou o trimestre em 2,5%, estável em relação ao trimestre anterior. E 0,1 p.p. superior ao registrado no mesmo período de 2018. Na Carteira de Crédito Comercial, a inadimplência (> 90 dias) encerrou o trimestre registrando 3,7%, queda de 0,1 p.p. contra o trimestre anterior. Mas, aumento de 0,3 p.p. ante o mesmo período de 2018. Já as operações com atraso superior a 90 dias no segmento de pessoa física atingiram 2,5%, enquanto no segmento corporativo fechou em 5,8%.

Ao final de setembro de 2019, os Ativos Totais registraram saldo de R$ 24,3 bilhões. O Patrimônio Líquido atingiu o saldo de R$ 1,6 bilhão no terceiro trimestre de 2019. Assim, um crescimento de 2,4% em relação ao trimestre anterior e de 8,9% se comparado ao mesmo período de 2018.

A assessoria do banco destacou que a instituição também mantem sólido crescimento do seu capital, fator indispensável para suportar o financiamento da atividade produtiva e as necessidades de clientes de modo mais eficiente e competitivo. A relação entre o Patrimônio Líquido e Ativo Total foi de 6,5%.

Banestes bate recorde de lucro no terceiro trimestre
(Foto – Renato Cabrini)

Saldos

A Carteira de Crédito Ampliada registrou um saldo de R$ 6,3 bilhões no fim do terceiro trimestre do ano, crescimento de 6,1% em relação ao mesmo período de 2018. As maiores evoluções do trimestre, em comparação ao mesmo trimestre de 2018, foram registradas pelas concessões na modalidade de empréstimos (+7,4%), pelos financiamentos imobiliários (+14,9%) e pelas operações de cartão de crédito (+18,5%).

A Carteira de Crédito Comercial (conceito Bacen) registrou o saldo de R$ 4,2 bilhões, crescente 1,4% em relação ao mesmo período de 2018. Desse montante, R$ 2,7 bilhões (63,8%) são de operações com pessoas físicas e R$ 1,5 bilhão com pessoas jurídicas (36,2%). Da carteira de pessoa jurídica, 88,0% são concessões a micro, pequenas e médias empresas, e 12,0% a grandes empresas.

No terceiro trimestre, foram distribuídos R$ 20 milhões aos acionistas a título de Juros Sobre Capital Próprio (JSCP). No acumulado dos últimos doze meses, foi destinado aos acionistas o valor de R$ 95 milhões a título de JSCP, representando a distribuição de 44,7% do lucro líquido.

Economia do ES

O Banestes possui importante papel na economia do Espírito Santo. Financia consumo, produção e investimento local, ao apoiar o processo de democratização do crédito e inclusão financeira. Para isso, utiliza a diversificação da oferta do crédito a condições comerciais competitivas e sustentáveis. O foco está na aplicação dos recursos prioritariamente nas carteiras com menor risco e maiores garantias.

A nota de rating em escala nacional (moeda local) para risco de crédito medida pela Fitch Ratings manteve-se em A+(bra) no período, com perspectiva positiva. A RISKBank, responsável pelo sistema de classificação de Risco Bancário, manteve a nota de classificação do Banestes no período em 9,72 BRMP 2 (Baixo Risco de Médio Prazo).

Leia também
Matéria AnteriorPet – Um mercado sem crise
Próxima MatériaAGITO ES
Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Saques do auxílio emergencial e do FGTS antecipados. Como fazer?

Muitos brasileiros estão recebendo os valores por meio do aplicativo Caixa Tem. Para isso, algumas fintechs permitem que a transferência seja realizada antecipadamente.

CNI: acordo traz segurança a comércio exterior de produtos brasileiros

CNI comemorou ratificação do Protocolo de Nagoia. Saiba mais! A Confederação Nacional da Indústria (CNI) comemorou a ratificação do Protocolo de Nagoia, aprovada nesta quarta-feira...

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas. Saiba mais! O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas...

Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje

Caixa paga terceiro lote do benefício. Saiba mais! Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (9) os...

Vida Capixaba

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.

Como fica o tempo nesta semana no Espírito Santo? Veja!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a previsão é de poucas nuvens e sem chuvas nas regiões capixabas.

Centro de Quarentena começa a funcionar em Vitória

A previsão é acolher cerca de 800 pessoas até o fim do ano. E para atender os pacientes, foi montada uma equipe com 44 profissionais, entre assistentes sociais, técnicos de enfermagem, entre outros.
Continua após publicidade