24.4 C
Vitória
quinta-feira, 18 abril, 2024

Aracruz soma R$ 6,5 bi em investimentos trazendo o futuro para agora

Novos negócios se instalam e grandes empresas ampliam projetos já consolidados na cidade de Aracruz, que prospera em infraestrutura e turismo 

Por Ludmila de Azevedo

Com mais de R$ 900 milhões em investimentos públicos e mais de R$ 5,6 bilhões em aportes privados, Aracruz está explodindo com novos projetos em suas indústrias, logística, construção civil, habitação e infraestrutura urbana, entre outros setores.

- Continua após a publicidade -

No ano passado, de acordo com o Painel de Controle disponibilizado pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE-ES), Aracruz foi o sétimo município do Estado em despesas liquidadas, que foram da ordem de R$ 792,8 milhões. Em 2022, as despesas somaram R$ 552,6 milhões. A tendência, segundo a prefeitura municipal, é que os gastos públicos sejam cada vez maiores, acompanhando o aumento da receita arrecadada.

“Estamos preparando o maior investimento da história do município, aplicando R$ 500 milhões em obras como o novo Centro de Saúde de Aracruz e o novo plano de saneamento.

A cidade vai dar um salto dos atuais 33% do esgoto tratado para 93%. Além disso, estamos trabalhando para implantar escolas de tempo integral, e repassando mais de R$ 4 milhões para o programa de erradicação da pobreza, trazendo segurança alimentar para a população carente”, listou o prefeito Dr. Coutinho.

Outros projetos do município incluem obras de pavimentação em mais de 100 km de vias urbanas e patrolamento em 830 km de estradas rurais. Por meio do processo de patrolamento, as estradas são niveladas e têm sua superfície regularizada, facilitando o acesso. A rede de iluminação pública foi estendida em 8 km, e a rede de drenagem está ganhando mais 18 km de alcance.

“Estamos realizando melhorias como pavimentação, drenagem, iluminação pública e sinalização nas vias da região da rodoviária. O objetivo é eliminar o problema crônico de alagamento na área”, completou o prefeito.

Já o governo do estado tem R$ 403,6 milhões injetados em ações e obras que estão em andamento em Aracruz. Para se ter uma ideia, de 2019 a 2023, o valor investido pelo estado na cidade foi de R$ 46,7 milhões. Ou seja, os investimentos estaduais neste ano de 2024 representam um aumento de 760% em relação ao total transferido para o município nos últimos cinco anos. A justificativa é o grande desenvolvimento de Aracruz, que tem sido muito visada pelos empreendedores, graças a uma série de vantagens naturais, tributárias e fiscais oferecidas.

“O município tornou-se emblemático no Espírito Santo. Está entre os 10 maiores PIBs municipais capixabas em termos absoluto e per capita, sendo berço de grandes projetos industriais exportadores, que mudaram definitivamente a trajetória de nosso estado”, destacou o vice-governador e secretário estadual de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço. “O Estado organizado, com as contas em dia e equilibrado, com estabilidade jurídica e qualificação profissional, atrai empreendedores e investimentos. Cumprimos esse papel rotineiramente e cuidamos das contas para poder cuidar das pessoas”.

Primeira Igreja em Santa Cruz recebeu visita de Dom Pedro II em 1860
Primeira Igreja em Santa Cruz recebeu visita de Dom Pedro II em 1860

Incentivos para atrair investimentos

Além dos investimentos públicos, o município busca se tornar cada vez mais competitivo para a captação de investimentos privados. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Aracruz esclarece que essa “competitividade” é justamente a capacidade de atrair novos negócios com uma série de incentivos tributários e fiscais.

“Nós temos dois programas importantes, o Invest e o Compete, que são incentivos do Governo do Estado. Temos ainda a vantagem da inclusão de Aracruz na Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), que é um incentivo específico para os municípios parceiros. Os benefícios estão ligados à isenção de impostos, isenção parcial do imposto de renda e acesso ao crédito pelo Banco do Nordeste”, explicou José Eduardo de Azevedo.

O secretário afirmou ainda que, depois da entrada do município na Sudene, em setembro de 2021, houve um aumento significativo da procura de novos projetos para a cidade.

“Além da possibilidade de redução do imposto de renda e parte da conversão desse imposto em novos investimentos, nós temos também a atuação do Banco do Nordeste, com linhas de financiamento para investimentos que são bastante atrativas. Nossa expectativa é que, nos próximos anos, Aracruz tenha uma evolução de população e de PIB superior à média do nosso estado e à média nacional”.

A praia Formosa se destaca pelos seus quase 5 Km de areias douradas, águas rasas e tranquilas, e uma vasta vegetação de coqueiros, restinga e remanescentes da Mata Atlântica
A praia Formosa se destaca pelos seus quase 5 Km de areias douradas, águas rasas e tranquilas, e uma vasta vegetação de coqueiros, restinga e remanescentes da Mata Atlântica

Empreendimentos em expansão

Grandes empresas já consolidadas em Aracruz estão expandindo suas atividades. A Suzano, por exemplo, anunciou no ano passado novos investimentos de R$ 1,17 bilhão no município. Desse valor, R$ 650 milhões serão destinados a uma fábrica de tissue, produto utilizado na confecção de itens como papel higiênico, guardanapo, papel toalha e lenços umedecidos.

Com previsão de início das operações no primeiro trimestre de 2026, a unidade terá capacidade para produzir 60 mil toneladas, além de duas linhas de conversão do tissue em papel higiênico. Serão criados 300 postos de trabalho durante as obras e, com o início da produção, aproximadamente 200 pessoas vão trabalhar de forma direta e indireta na nova fábrica.

“Os brasileiros e brasileiras estão demandando mais produtos de qualidade superior e, por isso, continuaremos a investir para oferecer uma ampla variedade de marcas e categorias de produtos para nossos consumidores”, comentou o diretor executivo de Bens de Consumo e Relações Corporativas da Suzano, Luís Bueno.

Os outros R$ 520 milhões serão investidos na modernização da recuperação química da celulose, com a substituição de uma caldeira. O novo equipamento, mais sustentável, vai funcionar à base de biomassa, a partir do final de 2025, produzindo um vapor usado no processo da celulose e na geração de energia elétrica.

Outro empreendimento consolidado na cidade, o Estaleiro Jurong Aracruz está envolvido em um projeto pioneiro, com a construção do primeiro navio polar em território nacional.

Quando concluído, no primeiro semestre de 2026, o Navio Polar (NPo) Almirante Saldanha vai permitir que a Marinha do Brasil continue dando apoio logístico à Estação Antártica Comandante Ferraz.

“Cinco dos 12 blocos que constituem o navio estão com os modelos tridimensionais em estado avançado de prontificação e iniciando a fase de construção, com mais de 430 profissionais envolvidos, entre engenheiros, técnicos e ajudantes de obras”, disse a nota enviada pela Marinha. “Nos momentos de maior demanda por mão de obra, cerca de 900 profissionais estarão envolvidos diretamente, além de quase seis mil de maneira indireta”.

O NPo terá tripulação de 70 militares e capacidade de transportar até 26 pesquisadores para a Estação Antártica. Para apoiar as pesquisas, a embarcação poderá operar dois helicópteros de porte médio, transportar mais de 800 mil litros de óleo combustível antártico e mais de 2 mil m³ de carga geral.

Mão na massa rumo ao futuro

Impulsionada pelo grande ritmo de crescimento, obras públicas, procura de empresas privadas e investimentos que estão fazendo a diferença na qualidade de vida da população, Aracruz realiza alguns dos maiores projetos de sua história no que diz respeito a saneamento, educação, saúde e moradia.

“Esses serviços não apenas beneficiam as empresas existentes, mas também podem atrair novos negócios, contribuindo para o contínuo crescimento da cidade.

O prefeito de Aracruz, Dr. Coutinho
O prefeito de Aracruz, Dr. Coutinho

Todas essas melhorias podem criar um ambiente propício para um desenvolvimento econômico sustentável”, ressaltou o prefeito, Dr. Coutinho.

Ele lembrou ainda que obras que ficaram anos paradas no município foram retomadas. “A Prefeitura de Aracruz trabalhou muito para colocar a casa em ordem, promover o equilíbrio das contas públicas e reduzir os gastos. Retomou obras que estavam paradas, está realizando intervenções por toda a cidade, muitas delas históricas, como o valão da Grande Bela Vista e o Complexo de Saúde no bairro Jequitibá. Vamos vencendo e crescendo”, comemorou.

LEIA TAMBÉM

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA