Aprenda a interpretar sinais de que seu carro tem algum problema

Foto: Reprodução

Dificilmente um carro deixa seu proprietário na rua sem antes dar algum aviso. Vamos te dar cinco dicas para não passar por situações complicadas!

As luzes do painel acendem, um ruído estranho aparece no motor e até mesmo o volante e os pedais vão dar pistas de que algo precisa de manutenção. Saiba que esses são sinais de que o carro está “falando” com você!

Segundo o gerente de pós-vendas da Land Vitória, Alziro Stein, essas situações podem ser facilmente evitadas caso o motorista tenha atenção no dia a dia. Ele diz que “identificar o momento em que é necessário realizar a manutenção do carro é importante em vários quesitos: segurança, conforto, economia de combustível e prolongamento da vida útil dos componentes. Para saber se está na hora certa, basta prestar atenção e perceber os sinais que o seu próprio veículo dá”.

Além de manter as revisões periódicas em dia, o gerente de pós-venda da Vitória Motors Jeep, Flávio Reis, ressalta que há produtos que auxiliam nos cuidados com o veículo, tais como lubrificantes e hidratantes para couro dos bancos do carro, por exemplo.

“Ficar atento aos sinais do carro e manter as revisões em dia evitam gasto extra. Fazer o rodízio de pneus e alinhamento também é importante para não ter prejuízo”, afirmou o gerente.

Confira cinco sinais de que o seu carro está com algum problema e evite problemas no futuro!

  1. Luzes amarelas

Embora não faça o carro parar do nada, a luz amarela é o alerta de que algo não está certo. Essa advertência pode representar falhas no sistema de freios ABS, controle de estabilidade desligado ou avariado e problemas nos sistemas direção assistida ou de injeção eletrônica. Também pode representar a pressão dos pneus abaixo do recomendado ou nível de combustível na reserva.

2. Luzes vermelhas

Como pode-se imaginar, esse é o sinal de um problema sério e que pode fazer com que o veículo te deixe na mão. São diversos os possíveis significados desse alerta, como: Baixa pressão do óleo; Bateria sem carga; Falha no sistema de airbag; Baixo nível do fluido de freio, Falha no alternador e Temperatura elevada do líquido de arrefecimento.

Lembrando que a luz vermelha também pode ser disparada caso o motorista esteja sem o cinto de segurança ou uma das portas esteja aberta.

3. Som contínuo, parecido com aspirador de pó ligado

Esse som pode surgir em diferentes situações e por isso é preciso identificar bem. Se acontecer quando o ar-condicionado estiver ligado, pode ser problema de compressor. Se ocorre somente quando o carro está acima de 40 km/h, algo deve estar errado nos rolamentos de roda.  Se o ruído surge ao esterçar o volante, a causa pode ser a bomba da direção hidráulica.

  1. Ranger agudo ao pisar no freio

Se você tem percebido esse ruído sempre que freia, significa que as pastilhas de freio estão desgastadas e é hora de trocá-las. Se você está sentindo o pedal freio tremer, você deve não apenas trocar as pastilhas, como também os discos.

  1. Pneus cantando ao fazer curvas em baixa velocidade

Se você não consegue manter o veículo em linha reta, é simples: é necessário fazer o alinhamento de rodas. Esse problema provoca não apenas um desgaste dos pneus, como também o aumento no consumo de combustível.

Conteúdo Publicitário