23.3 C
Vitória
terça-feira, 16 abril, 2024

ALES derruba veto e Executivo estadual terá reajuste de 5%

No dia seguinte ao veto de Casagrande, deputados votaram pela alteração nos salários do governador, vice e secretários

Por Redação

Um dia após o governador Renato Casagrande (PSB) ter vetado o Projeto de Lei que reajusta em 5% o seu próprio salário, o do vice e o do secretariado, os deputados da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) derrubaram, por 18 votos a 1, o veto imposto pelo gestor. Dessa forma, a matéria deverá ser promulgada pelo presidente da Ales, se tornando lei em seguida.

- Continua após a publicidade -

De autoria do deputado Mazinho dos Anjos (PSDB), a proposta de alteração no subsídio do chefe do Executivo estadual e dos demais membros do alto escalão do governo havia sido aprovada pelo Legislativo em 29 de março, paralelamente ao reajuste de 5% concedido no salário de todos os servidores públicos estaduais.

Mazinho enfatizou que o projeto não versava sobre aumento, mas que somente pretendia estender para categorias de servidores que possuem como “teto” o salário do governador o reajuste linear de 5% já dado aos demais funcionários públicos. 

No dia em que o projeto foi aprovado na Ales, o parlamento argumentou que caso os vencimentos do governador não fossem reajustados, categorias que possuem como “teto” remuneratório o salário pago ao mandatário seriam prejudicadas e poderiam até  ficar sem revisão salarial.

Na última terça-feira (17), o Executivo rejeitou o PL encaminhado ao Palácio Anchieta. Contudo, com a votação da última quarta, a medida passará a valer já no mês de maio. Os valores deverão ser atualizados para R$ 30.971,84 (Governador), 28.141,08 (Vice-Governador) e R$ 24.644,26 (Secretários).. 

Durante a sessão, olíder do governo na Ales, Dary Pagung (PSB)  ressaltou que Casagrande teria vetado a proposta justamente pelo fato de já ter recebido um aumento de 16,9% ano passado. O parlamentar ainda conclamou os seus colegas de parlamento a usarem a consciência, no entanto, votou de forma favorável à derrubada do veto.

Mantendo o mesmo posicionamento do dia da aprovação do projeto na Ales, quando foi contra o novo reajuste para o governador, a deputada Camila Valadão (Psol) foi a única a votar a favor da manutenção do veto.

*Com informações da Assembleia Legislativa do Espírito Santo

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA