Legislativo estadual e federal capixaba em 2019

Fabiano Contarato (Rede) vence para o Senado, mas a surpresa ficou mesmo para a segunda vaga, que será ocupada por Marcos Do Val (PPS). Já para bancada federal, Amaro Neto confirma favoritismo, com mais de 180 mil votos

Os eleitos para o Senado pelo Espirito Santo foram a grande surpresa dessas eleições, superando nomes fortes da política capixaba. Aos 52 anos, Fabiano Contarato (Rede)  conquistou 1.117.036 de votos, superando até mesmo o número de eleitores que apoiaram o governador eleito Renato Casagrande (PSB).

Natural de Nova Venécia, Contarato ocupava o cargo de corregedor-geral da Polícia Civil quando entrou na disputa. Se tornou conhecido por sua atuação na delegacia de Delitos de Trânsito e Vitória e atuou também como diretor geral do Detran-ES.

Ma a surpresa maior ficou mesmo por conta da segunda vaga que a partir de janeiro de 2019 passa a ser ocupada por Marcos Do Val (PPS), especialista em segurança, que se tornou muito conhecido no Espírito Santo após atuar como instrutor da Swat (Dallas-EUA).

Os dois venceram os senadores Magno Malta (PR) – que chegou a ser convidado por Jair Bolsonaro (PSL) a compor a chapa como vice-presidente – e Ricardo Ferraço (PSDB). Contarato tem como tem como suplentes Ana Paula Tongo (MDB) e Bento (Rede); Já na eleição de Marcos Do Val, Rosana Foerst e Ronaldo Libardi são suplentes.

“Os dois têm a pauta de segurança no seu DNA. O resultado demonstra que o sentimento de mudança que o brasileiro estava antes do processo eleitoral, pelo menos para o Senado no Espírito Santo, se converteu na eleição de dois candidatos diferentes que nunca tinham disputado eleição”, avalia o cientista político Darlan Campos, da República Marketing Político.

Câmara Federal

As 10 cadeiras que o Espírito Santo tem direito na Câmara Federal foram disputadas, segundo o Tribunal de Contas Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), por 170 candidatos nesta eleição. E as urnas trouxeram 50% de renovação, com cinco novos candidatos.

Amaro Neto (PRB) recebeu 181.813 votos, mais que o dobro que o segundo mais votado, Felipe Rigoni (PSB), que garantiu o apoio de 84.405 eleitores.

Foram reeleitos para mais quatro anos de mandato: Helder Salomão (PT), Sergio Vidigal (PDT), Norma Ayub (DEM), Paulo Foletto (PSB) e Evair de Melo (PP). Perderam a vaga: Lelo Coimbra (PDT), Dr. Jorge Silva (Pros), Givaldo (PT), Marcos Vicente (PP) e Manato (SD) que concorreu ao cargo de governador.

Entre os novatos, para representar os interesses do Espírito Santo e do Brasil na Câmara Federal, além de Amaro Neto e Felipe Rigoni, foram eleitos: Da Vitória (PPS), que era deputado estadual, Soraya Manato (PSL) – esposa de Carlos Manato – e  Lauriete (PR) – esposa do Senador Magno Malta, que perdeu a vaga no Senado, mas poderá integrar o time de ministros, em caso de Vitória de Jair Bolsonaro no segundo turno.

Deputados Federais 2019 a 2022

Amaro Neto – 181.813 votos
Felipe Rigoni (PSB): 84.405 votos
Da Vitória (PPS): 74.787 votos
Helder Salomão (PT): 73.384 votos
Sergio Vidigal (PDT): 73.030 votos
Soraya Manato (PSL): 57.741 votos
Norma Ayub (DEM): 57.156 votos
Foletto (PSB): 55.957 votos
Lauriete (PR): 51.983 votos
Evair de Melo (PP): 48.412 votos

Assembleia Legislativa

Para o Legislativo Federal, Sergio Majeski (PSB) foi o mais votado, com 47.015 votos, o que representou 2,41% dos votos válidos. Da mesma forma que ocorreu na Câmara dos Deputados em relação À bancada capixaba, a renovação na Assembleia Legislativa (Ales) foi de 50%

Além de Majeski, dos eleitos em 2014, mais 14 permanecem na Assembleia Legislativa: Doutor Hércules (MDB), Hudson Leal (PRB), Theodorico Ferraço (DEM), Enivaldo dos Anjos (PSD), Euclerio Sampaio (DC), Erick Musso (PRB), Janete de Sá (PMN), José Esmeraldo (MDB), Marcelo Santos (PDT), Raquel Lessa (PROS), Dr. Rafael Favato (Patriota), Bruno Lamas (PSB), Dary Pagung (PRP) e Marcos Mansur (PSDB).

Saíram: Amaro Neto (eleito deputado federal), Cláudia Lemos (PRB), Da Vitória (eleito deputado federal),  Eliana Dadalto (PTC),  Esmael Almeida (PSD), Freitas (PSB), Gildevan Fernandes (PTB), Gilsinho Lopes (PR), Jamir Malini (PP), José Carlos Nunes (PT), Luiz Durão (PDT), Luzia Toledo (MDB), Marcos Bruno (Rede), Padre Honório (PT),  e Sandro Locutor (Pros)

Deputados Estaduais 2019-2022

Sergio Majeski (PSB): 47.015 votos
Delegado Lorenzo Pazolini (PRP): 43.293 votos
Renzo Vasconcelos (PP): 42.907 votos
Delegado Danilo Bahiense (PSL): 36.064 votos ·
Doutor Hércules (MDB): 30.718 votos
Hudson Leal (PRB): 30.632 votos
Theodorico Ferraço (DEM): 30.576 votos
Capitão Assumção (PSL): 27.744 votos
Enivaldo dos Anjos (PSD): 24.202 votos
Coronel Alexandre Quintino (PSL): 23.330 votos
Torino Marques (PSL): 22.085 votos
Euclério Sampaio (DC): 21.662 votos
Erick Musso (PRB): 21.188 votos
Janete (PMN): 20.488 votos
Fabrício Gandini (PPS): 20.170 votos
José Esmeraldo (MDB): 19.835 votos
Vandinho Leite (PSDB): 19.799 votos
Marcelo Santos (PDT): 19.595 votos
Iriny Lopes (PT): 18.349 votos
Raquel Lessa (PROS): 18.053 votos
Dr. Rafael Favatto (Patriota): 17.624 votos
Bruno Lamas (PSB): 17.624 votos
Luciano Machado (PV): 15.222 votos
Carlos Von (Avante): 14.699 votos
Dary Pagung (PRP): 14.463 votos
Pr. Marcos Mansur (PSDB): 13.736 votos
Marcos Garcia (PV): 13.442 votos
Alexandre Xambinho (Rede): 12.095 votos
Adilson Espindula (PTB): 11.635 votos
Dr. Emilio Mameri (PSDB): 11.489 voto

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!