Farelo para alimentar aves e suínos começa a sair do Porto de Tubarão

Farelo de soja Porto de Tubarão
Foto: Leonardo Duarte/Secom

Serão 69 produtores que receberão a soja e o transporte conta com 120 carretas

O farelo de soja armazenado em silos no Porto de Tubarão começou a ser transportado na tarde desta quarta-feira (30). O insumo servirá para alimentar aves e suínos do Espírito Santo. Ao todo, serão destinadas 3 mil toneladas.

A medida é o primeiro passo após a publicação do decreto assinado na tarde dessa terça-feira (30) pelo governador. O documento prevê a requisição administrativa de insumos de propriedade particular para a alimentação de aves e suínos do Espírito Santo. A primeira carga foi negociada entre a Associação dos Avicultores e Suinocultores.

Ao todo serão 120 carretas para fazer o transporte da carga total, sendo 40 por dia. A operação será realizada 24 horas por dia. A previsão é de que leve três dias para ser finalizada.

Segundo o diretor executivo da Associação dos Avicultores e Suinocultores, Nélio Hand, 69 produtores receberão o farelo de soja, neste primeiro momento. O Estado tem 30 milhões de aves e 150 mil suínos.

“Foram adquiridas 3 mil toneladas, resultado da requisição do Governo, que serão destinadas para a avicultura e a suinocultura. O farelo de soja é essencial para garantir a sobrevivência dos animais. Na segunda-feira deve chegar a composição do complexo férreo para normalização das atividades”, disse Nélio Hand.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!