Cineasta italiano Bernardo Bertolucci morre aos 77 anos

Foto: Reprodução

Bertolucci ficou conhecido por grandes filmes, entre eles o polêmico “Último tango em Paris” (1972). Causa da morte não foi revelada

O cineasta Bernardo Bertolucci morreu nesta segunda-feira (26) aos 77 anos. De acordo com a imprensa italiana, ele estava em casa, em Roma, mas a causa da morte não foi revelada. Apenas citou “uma longa doença”.

Bertolucci ficou conhecido por grandes filmes, entre eles o polêmico “Último tango em Paris” (1972), além do premiado “O último imperador” (1987) e de “Os sonhadores” (2003).

Os longas do cineasta são conhecidos pelo forte teor erótico, político e psicológico, tendo como referências obras-primas como “Antes da revolução” (1964), “1900” (1976), “O conformista” (1970).

Bertolucci enquanto filmava o longa-metragem “Você e Eu” (2012). – Foto: Reprodução

Além de filmes de ficção, Bertolucci dirigiu documentários. Iniciou a carreira artística como poeta e também se destacou como roteirista. Assinou, por exemplo, “Era uma vez no oeste” (1968), de Sergio Leone.

História

Bernardo Bertolucci nasceu em 16 março de 1941, em Parma. Seu pai, Attilio, era professor de história da arte, poeta, escritor e crítico de cinema. Ele era casado desde 1978 com Clare Peploe.

Cursou Literatura Moderna na Universidade de Roma, mas depois optou por se dedicar ao cinema. Mas influenciado pelo pai também teve uma experiência como poeta, chegando a ganhar prêmios literários.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!