Cármen Lúcia preside sessão no CNJ pela última vez

Foto: Reprodução / STF

A nove dias de deixar a presidência do Supremo, Cármen Lúcia preside sessão nesta terça-feira (04)

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, vai deixar o posto daqui nove dias, e preside, nesta terça-feira (04), sua última sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

No dia 13 de setembro, o ministro Dias Toffoli será empossado como presidente do Supremo e do CNJ.

Criado em 2004 e instalado em 2005, o CNJ é responsável por cuidar da autonomia do Judiciário e observar o cumprimento do Estatuto da Magistratura, além de analisar e julgar ações que levem ao aperfeiçoamento do Poder.

Pauta

Durante a reunião, os ministros discutirão sobre a decisão liminar que define que juízes estaduais tenham aumento automático em caso de reajuste de salário dos ministros do STF. A liminar desobriga a aprovação de leis estaduais para a correção dos valores. No total, a pauta da sessão reúne 104 itens.

Até o momento, existem 26 pedidos de vista, 63 processos remanescentes de sessões anteriores, oito novos pedidos e quatro ratificações de liminares.

*Com informações da Agência Brasil


Leia mais:

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!