21 C
Vitória
sábado, 20 DE julho DE 2024

CEOs da WB: faltam estruturas e investimentos para teatro no ES

Diretores da produtora cultural discutem perspectivas e limitações da cena de artes cênicas no Estado em entrevista exclusiva ao site ES Brasil

Por Mariah Friedrich

Bruna Dornellas e Wesley Telles são os entrevistado do site ES Brasil para falar sobre a cena teatral no Espírito Santo. Os diretores da WB Produções, responsáveis por trazer circuitos nacionais ao Estado, ressaltam que o fortalecimento das artes cênicas contribui para o desenvolvimento local.

- Continua após a publicidade -

“Valorizem os atores locais, valorize grupos locais, indo ali, além de sair mais leve, você fortalece toda uma cadeia de geração de empregos”, destacou Wesley Telles.

Questões como a viabilidade de viver de teatro no Estado orientaram discussão sobre os potenciais e desafios enfrentados pelos produtores culturais que trazem grandes espetáculos para o público capixaba.

“A WB existe desde 2007 e vivemos do teatro exclusivamente no estado do Espírito Santo até 2014. Desde então, expandimos para trabalhos em âmbito nacional. Olhando para a realidade da WB agora, se dependêssemos da cena cultural no Espírito Santo não seria possível viver do teatro”, avalia Bruna Dornellas. 

Wesley Dornellas acrescenta que o Espírito Santo possui um grande potencial, porém pouco desenvolvido, com limitações em termos de espaços para realização dos circuitos teatrais. Ele aponta que o Estado não dispõe de teatros de grande porte e conta com apenas dois equipamentos de médio porte.

De acordo com o diretor da WB Produções, locais em obras há vários anos, como o Carlos Gomes e o Cais das Artes, poderiam contribuir para aquecer mais a cena das artes cênicas. Além da falta de estrutura, a escassez de investimentos prejudica o desenvolvimento cultural.

Um avanço observado por Wesley Telles foi a criação da Lei Estadual de Cultura (Lic), porém, as empresas ainda investem pouco no setor. “É preciso realmente acreditar e fomentar mais. Nós, enquanto empresários e produtores, dependemos muito disso para estimular e fazer com que o nosso Estado e a nossa cultura se fortaleçam”, compreende o CEO da WB Produções.

Entre os projetos que a produtora está desenvolvendo no Espírito Santo, o Circuito Unimed, que iniciou neste mês e continua trazendo peças estreladas por atores consagrados do teatro nacional. Os próximos espetáculos que o público capixaba poderá conferir são as comédias “Dilatados”, com Marco Luque, em cartaz nos dias 27 e 28 de julho, e “Vocês foram Maravilhosos”, com Marcos Veras, em 28 e 29 de setembro, ambas no Sesc Glória.

Os diretores da WB anunciaram que Vitória receberá um a dois espetáculo mensalmente até o final do ano e recomendam que os capixabas acompanhem as redes sociais da WB para ficar por dentro das novidades que ainda serão anunciadas pela produtora até o final de 2024.

Nos próximos anos, o público poderá conferir grandes projetos, como um musical da Broadway adquirido recentemente pelos empresários, a peça “Chanel”, com Cristiane Torloni, “A morte do Caixeiro Viajante” e outras surpresas que estão por vir. Confira a entrevista.

 

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA