22.1 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto, 2022

Vitória é líder no ranking de criação de empregos no ES

Vitória foi o município que mais criou empregos entre janeiro e maio deste ano, com mais de quatro mil postos de trabalho. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Vitória foi o município capixaba que mais criou empregos de janeiro a maio, com 4.273 novos postos de trabalho

Por Amanda Amaral

De janeiro a maio de 2022, a cidade de Vitória criou 4.273 novos vínculos trabalhistas. O resultado vem do saldo positivo entre as demissões (28.317) e admissões (32.590) na capital, que dentre os municípios capixabas foi o que mais criou vagas de emprego no período.

O número representa 14,5% dos postos de trabalho criados no Espírito Santo (29.489) entre janeiro e maio desse ano. Os outros dois municípios à frente na criação de empregos  nesse período são Linhares (+1.327) e Sooretama (+1.177). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo CAGED), divulgados esta semana pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

Comparação anual

Na comparação com o saldo do mesmo período de 2021, houve um crescimento de 97,5% na geração de novos postos de trabalho na capital: 2.164 em 2021 e 4.273 em 2022. Os setores que obtiveram maior destaque na geração de empregos em Vitória foram: Serviços (+3.266); Construção (+1.015); Indústria (+91); Agropecuária (-6); Comércio (-93).

Abertura de empresas

Também nos cinco primeiros meses de 2022, foram abertas na capital 1.769 novas empresas e foram registrados 3.275 Microempreendedores Individuais (MEIs). No mesmo período, o município emitiu 929 Alvarás de Funcionamento e regularizou 278 edificações.

Para a Prefeitura de Vitória, o resultado está relacionado ao reaquecimento da economia na cidade a partir de medidas adotadas em 2021. A administração municipal destacou ainda a modernização e desburocratização do licenciamento de obras, um processo on-line que permite a aprovação de um empreendimento em até 48h, e a instituição do novo marco regulatório ambiental da cidade.

As equipes da Prefeitura de Vitória criaram ações para modernizar e desburocratizar o licenciamento. Foto: Jansen Lube/Prefeitura de Vitória

Hoje, em Vitória, atividades com reduzido ou impacto ambiental insignificante são dispensadas de licença ambiental. Atualmente, 335 atividades têm dispensa automática do documento, segundo a Prefeitura, que lançou, neste mês, o sistema automatizado, “LA + Simples” para desburocratizar a emissão da Licença Ambiental Simplificada (LAS), um importante avanço para a agilizar a obtenção do documento.

Investimento em qualificação

A Prefeitura de Vitória também assinou dois contratos com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) para a realização de 33 cursos de formação e de aperfeiçoamento profissional.

Os contratos totalizam R$ 585.160,43 de investimentos e integram o Projeto “Trabalho Qualificado: Atendimento Aprovado”, que ofertará qualificação em áreas como gastronomia, beleza, administração, confecção, mecânica, tecnologia, construção civil, turismo, comércio, entre outras, totalizando 535 vagas.

Os cursos serão realizados com recursos do Fundo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor e Vitória. Serão ofertados 18 cursos por meio do contrato com o Senac e 15 pelo contrato com o Senai.

Com informações do Caged e da Prefeitura de Vitória. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade