23.3 C
Vitória
quarta-feira, 24 abril, 2024

Tuchel diz que Bayern precisa de ‘realismo e fé’ para buscar milagre com o City

Na tarefa de aplicar uma goleada sobre o Manchester City, Tuchel afirmou que o time precisa vencer um tempo de cada vez

A derrota de 3 a 0 no jogo de ida das quartas de final para o Manchester City vem fazendo o técnico Thomas Tuchel quebrar a cabeça a fim de tentar reverter este cenário e buscar uma improvável classificação do Bayern de Munique às semifinais da Liga dos Campeões. Nesta terça, na coletiva de imprensa, ele deu o tom sobre o que sua equipe precisa fazer para obter tal façanha. “Precisamos de uma mistura entre o realismo e a fé de que, em futebol, se as coisas correrem bem, tudo pode acontecer ”

Para construir essa possibilidade, o treinador falou que o seu time precisa trabalhar por etapas durante os 90 minutos de confronto. “Você tem que ir passo a passo. Não torne a tarefa mais difícil do que é apontando durante todo o caminho para o topo da montanha a ser escalada”, afirmou o treinador sobre a necessidade de obter uma vitória por pelo menos três gols no tempo normal para forçar a prorrogação.

- Continua após a publicidade -

Na tarefa de aplicar uma goleada sobre o Manchester City, Tuchel afirmou que o time precisa vencer um tempo de cada vez. “Acreditamos em nós mesmos. Temos que tentar ganhar o primeiro tempo e, depois, o segundo. Então, tudo é possível. Temos que acreditar e isso não significa sonhar. Vamos jogar diante de nossa torcida e temos de fazer alguma coisa por ela”, comentou o treinador.

Além da pressão por ter de fazer um resultado elástico, o treinador alemão sabe que, do outro lado, está um treinador dos mais gabaritados. Ele afirmou não acreditar que Pep Guardiola coloque a sua equipe na defesa em função da larga vantagem.

“Temos que nos comportar bem quando tivermos a posse de bola no nosso campo e tentar aproveitar os espaços que surgirem para atacarmos o campo deles para criar as chances de gol”, afirmou.

Tuchel, que está no clube a menos de um mês, falou sobre a situação de Sadio Mané. O atleta foi suspenso pelo clube após agredir o companheiro Leroy Sané no confronto de ida contra o City. Suspenso do duelo com o Hoffenheim, pelo Campeonato Alemão, o senegalês está de volta ao elenco para o confronto desta quarta. “A questão para nós está resolvida. Se ele vai jogar desde o início, é o que vamos ver”, resumiu.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA