20.5 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) derruba site bolsonarista que coleta dados para fiscalizar urnas

Pedido partiu da própria campanha de Jair Bolsonaro, que viu a possibilidade de falsificação de documentos para fins eleitorais

Redação Next Editorial

O Ministro Raul Araújo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou o imediato desligamento do domínio eletrônico de um site bolsonarista que coletava dados de eleitores para fiscalização de urnas eletrônicas no segundo turno das eleições, marcado para domingo (30).

- Continua após a publicidade -

Para o magistrado, a medida viola as regras eleitorais e acredita que o portal visa apenas à coleta de dados dos usuários de forma ilegal. Araújo ainda solicitou os dados e informações sobre os IP’s usados pelo suspeito.

“Nota-se evidente o propósito do site de convencer o usuário a se tornar um fiscal e/ou delegado do partido legitimamente autorizado a fiscalizar as seções eleitorais, mediante o fornecimento de dados pessoais sensíveis”, afirmou o ministro em seu despacho.

No pedido, a campanha bolsonarista afirmou não ter relação com o portal e ressaltou o receio do uso dos dados para falsificação de documentos para fins eleitorais. Segundo o documento, o site solicitava dados como celular, data de nascimento, nome e perfil das redes sociais de voluntários para fiscalizar as urnas.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA