22.1 C
Vitória
segunda-feira, 27 junho, 2022

Roland Garros: duplas de Marcelo Melo e Rafael Matos avançam

Foto_Rafael_David_Roland-Garros_Revista_ES_Brasil
Rafael Matos e David Veha. Foto: Reprodução/Remy Chautard/FFT

A alegria de Melo e Matos contrastou com a tristeza de Felipe Meligeni em Roland Garros 

Por Redação ES Brasil

O Brasil viveu um dia de sentimentos opostos em Roland Garros nesta terça-feira, 24 de maio. Enquanto Marcelo Melo e Rafael Matos festejaram estreias animadoras de suas respectivas duplas, Felipe Meligeni não teve a mesma sorte e deu adeus logo da largada no Grand Slam francês.

Melo faz parceria com o argentino Maximo Gonzalez em Paris. E o primeiro ano na terra batida de Paris foi promissor. Cabeça de chave número 15, a dupla fez sua estreia junta em um Grand Slam da melhor maneira possível. O tenista mineiro e Gonzalez não tiveram dificuldades diante do esloveno Aljaz Bedene e do sérvio Filip Krajinovic, ganhando por 2 a 0, parciais de 6/4 e 6/2.

Precisaram somente de 1h10 para desbancar os europeus e agora enfrentam na quinta-feira o americano Maxime Cressy e o espanhol Feliciano Lopez, que viraram para cima do checo Roman Jebavy e do sérvio Matej Sabanov com 4/6, 6/3 e 6/4.

Ao lado do espanhol David Vega, Rafael Matos teve uma estreia ainda mais tranquila. A dupla do brasileiro superou os cabeças de chave 13, o mexicano Santiago González e o argentino Andrés Molteni, por 6/2 e 6/3. Os adversários da segunda rodada saem somente nesta quarta-feira.

A alegria de Melo e Matos contrastou com a tristeza de Felipe Meligeni, eliminado ao lado do argentino Sebastián Baz para Andrey Gulobev, do Casaquistão, e o francês Fabrice Martin, por 7/5 e 6/3. O outro representante brasileiro nas duplas é Bruno Soares. Ao lado do britânico Jamie Murray, eles entram em quadra somente nesta quarta-feira, diante do sul-africano Lloyd Harris e o israelense Jonathan Erlich.

Aposentadoria

A carreira do francês Jo-Wilfried Tsonga chegou ao fim nesta terça-feira na derrota para o norueguês Cásper Ruud, por 6/7 (6/8), 7/6 (7/4), 6/2 e 7/6 (7/0). Acompanhado pelos pais nas arquibancadas, o francês de 37 anos foi ovacionado e se emocionou após o jogo. A direção de Roland Garros prestou uma bela homenagem ao tenista, com todos seus treinadores em quadra

Em outro jogo interessante do dia, o russo Andrey Rublev, cabeça 7, superou o coreano Kwon Soon-woo por 6/7 (5/7), 6/3, 6/2 e 6/4 O americano Frances Tiafoe bateu o francês Benjamin Bonzi com 7/5, 7/5 e 7/6 (7/5).

Cabeças de Chave Ganham

Entre as mulheres, a espanhola Paula Badosa passou fácil pelo francesa Fiona Ferro com 6/2 e 6/0. A americana Jessica Pegula superou a chinesa Wang Qiang com 6/2 e 6/4 enquanto a Casaque Elena Rybakina necessitou de três sets para despachar a holandesa Arantxa Rus. Ela ganhou por 6/1, 5/7 e 6/2.

Com informações de Agência Estado

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade