24.9 C
Vitória
sexta-feira, 14 junho, 2024

Now And Then, a última música dos Beatles, ganha clipe; veja

A música, que havia sido abandonada pela banda por problemas técnicos, foi recuperado via uso de inteligência artificial

Após o lançamento da aguardada “última música” dos Beatles, Now and Then ganhou um clipe. O vídeo foi lançado nesta sexta-feira, 3, e reúne John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr por meio de Inteligência Artificial.

O anúncio de Now an Then foi feito na semana passada, por Paul McCartney e Ringo Starr e a música estreou nos streamings nesta quinta-feira, 2. Um documentário de 12 minutos sobre os bastidores da gravação também foi lançado nesta quarta-feira, 1º

- Continua após a publicidade -

Paul afirmou que a voz de John Lennon foi recuperada com o uso de inteligência artificial. Ela, porém, não foi recriada, como tem sido feito recentemente com a voz de vários ídolos que já morreram. “Nada foi criado artificialmente ou sinteticamente. É tudo real e todos nós tocamos nela”, declarou o músico na ocasião.

De fato, a canção possui a colaboração de todos os quatro membros. Now and Then foi, inicialmente, escrita e cantada por John Lennon e produzida por Paul, Ringo e George Harrison. Quatro décadas depois, os membros restantes da banda resolveram finalizar a música.

A faixa foi lançada digitalmente, mas também possui versões físicas em vinil e fita cassete. Na versão em disco, a música será um “single duplo” em Lado A com uma remixagem de Love Me Do, de 1962, a primeira canção do grupo de sucesso do grupo. A escolha foi descrita como um “círculo completo verdadeiramente adequado”.

As novidades da banda para novembro não se esgotam com Now and Then, já que o grupo britânico também fará o lançamento de edições ampliadas e atualizadas de dois discos da banda. Conhecidos como os álbuns “vermelho” e “azul”, respectivamente, The Beatles 1962-1966 e The Beatles 1967-1970 ganharão cerca de 10 novas faixas remixadas cada.

A nova remixagem de Love Me Do será incluída no álbum vermelho, enquanto Now and Then estará no azul. Ao todo, 21 faixas foram incluídas no relançamento, programado para o dia 10.

A história de ‘Now and Then’

Na década de 1970, John Lennon gravou uma versão demo para Now and Then no Edíficio Dakota, onde morava em Nova York (EUA). Em 1994, Yoko Ono, mulher do artista, presenteou Paul, Ringo e George com a gravação e outras demos de Free as a Bird e Real Love.

O grupo tentou finalizar a música à época do lançamento do projeto The Beatles Anthology, mas as limitações tecnológicas da época os impediram de separar a voz de John de um som de piano presente na peça. Por esse motivo, a banda abandonou a canção.

Os recentes lançamentos de conteúdos sobre a banda – o documentário The Beatles: Get Back e uma remixagem de Revolver – mostraram que já era possível separar a voz dos músicos dos instrumentos ou do som ambiente em filmagens. Em 2022, Paul e Ringo deram uma nova chance a Now and Then.

Além da voz de John, a faixa inclui George tocando guitarra em 1995. Os membros restantes fizeram novas gravações, incluindo um novo solo inspirado em Harrison e backing vocals. Os dois comentaram sobre a emoção que sentiram ao trabalhar na faixa.

“Lá estava a voz do John, cristalina. É bastante emocionante. E todos nós tocamos nela, é uma canção genuína dos Beatles”, disse Paul, em nota. “Foi o mais perto que chegamos de tê-lo de volta na sala, então foi muito emocionante para todos nós. Era como se John estivesse lá”, completou Ringo.

Confira o clipe de ‘Now And Then’. Com informações de Agência Estado

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

FIQUE POR DENTRO

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -