23.8 C
Vitória
quarta-feira, 22 maio, 2024

Nater Coop salta para quase R$ 2 bi de faturamento

Café, novas lojas e exportações impulsionaram a cooperativa em 2023

Por Gustavo Costa

Com fatores como comercialização de café, aumento de lojas agropecuárias e ampliação do portfólio de produtos lácteos, a Nater Coop divulgou os resultados de 2023. A Cooperativa fechou o ano de 2023 com faturamento de R$ 1,81 bilhão. O valor, é 26% superior ao R$ 1,44 bilhão registrado em 2022 e 62% maior que os R$ 1,1 bilhão de 2021, o que mostra uma tendência de crescimento que anima o mercado.

- Continua após a publicidade -

Eleita Líder na categoria Agricultura e pecuária do Anuário IEL 200 Maiores e Melhores Empresas no Espírito Santo no ano passado, – além de conquistar a 12ª posição entre as empresas de capital exclusivamente capixaba e a 22ª colocação entre todas as empresas capixabas, a cooperativa comercializou, tanto dentro do país quanto exportando, 1 milhão de sacas de 60 kg. O que mostra nova evolução, já que significa um aumento de 40% em relação ao resultado de 2022 e 93% de um ano antes.

E por falar em exportações, foram 123,8 mil sacas de café e 1 milhão de quilos de pimenta-do-reino, representando 45% do faturamento em 2023. O volume de café exportado para 21 países foi 58% maior que a de 2022 e o triplo de 2021.

Lojas agropecuárias se destacam, número de cooperados também

Logo depois do café, o bom resultado é explicado pelas lojas agropecuárias espalhadas pelo Espírito Santo e Minas Gerais. Foram abertas no ano passado 6 novas lojas nos municípios capixabas de Colatina, Iúna e São Mateus, além de Ervália, Itueta e Simonésia, em Minas. Ao todo, a cooperativa encerrou o ano com 40 lojas, que responderam por 28% no faturamento da cooperativa em 2023.

Outro fator que contribuiu para agregar valor ao resultado da cooperativa foi o fortalecimento do mix de produtos lácteos da marca Veneza. Apenas em 2023 foram lançados mais de 10 novos produtos, buscando compor um mix com maior apelo junto ao mercado consumidor.

Outro destaque apresentado foi a força para unir famílias capixabas no agronegócio, aumentando o número de cooperados. “Encerramos o ano com mais de 21,8 mil cooperados, com crescimento de mais de 10% em relação a 2022. Ganhamos em média 175 novos cooperados por mês”, falou o diretor-geral da Nater Coop, Marcelino Bellardt.

Ele lembrou ainda que a distribuição de sobras entre os cooperados, referente ao resultado de 2023, será de R$ 17 milhões, 9% acima do que foi distribuído em 2022 e 117% a mais que em 2021. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA