23.3 C
Vitória
sábado, 25 maio, 2024

Turismo ganha primeira cooperativa no Estado

Grupo de 20 empresários anunciam para o mês de julho o início das atividades da Cooptures

Por Kikina Sessa

O Espírito Santo se destaca por ser um estado rico em opções turísticas, com destinos que vão das montanhas às praias em poucos quilômetros. Pensando em explorar esse potencial, um grupo de 20 empresários capixabas se reuniu para a constituição de uma cooperativa que atuará nesse segmento.
O evento de pré-assembleia de constituição da primeira cooperativa de turismo do Espírito Santo, que terá o nome de Cooptures, aconteceu na terça (09), com palestra sobre aspectos legais do cooperativismo, apresentação do case de sucesso de uma cooperativa de turismo do Paraná e a leitura do edital de convocação para a assembleia de constituição da Cooptures.

- Continua após a publicidade -

O encontro serviu para esclarecer dúvidas e estabelecer as rodadas de conversas finais antes da constituição definitiva da cooperativa. A expectativa é que em cerca de 90 dias a Cooptures já esteja em plena atividade. Um dos sócios-fundadores e coordenador do projeto de implementação da cooperativa é o empresário Alfonso Silva. Ele afirma que o grupo quer fortalecer o turismo do Espírito Santo.

“A ideia de criação da cooperativa surgiu por parte da OCB/ES, que percebeu uma oportunidade no segmento de organização do setor de turismo, de negócios e de eventos. Tínhamos uma necessidade de aglutinar pessoas para desenvolver o turismo no Espírito Santo. A constituição de uma cooperativa se mostrou a alternativa ideal para atingirmos essa finalidade”, refletiu Silva.

A atuação da nova cooperativa irá abarcar todo o segmento de turismo, que conta com mais de 50 atividades econômicas empresariais. O foco inicial é a organização de projetos na área de turismo, negócios e eventos. As ações da Cooptures abarcarão a elaboração de projetos, gestão e realização de eventos; consultorias e cursos sobre o segmento turístico; desenvolvimento de tecnologias e pesquisas para o desenvolvimento do turismo; e gestão de espaço para ações de turismo.

A iniciativa é pioneira no estado, e Alfonso Silva ressalta que a proposta é ampla e vai muito além de uma agência de viagens. “O Espírito Santo passa por uma mudança de comportamento nos últimos dois anos. As entidades que sempre trabalharam em prol do turismo agora estão em sinergia. A Cooptures vem para reunir todas essas propostas e viabilizá-las comercialmente. Nossa proposta é mudar a forma de pensar o turismo no Espírito Santo. Queremos estruturar todo o setor, ser um órgão transformador”, afirma.

Modelo

Para a constituição da Cooptures, o grupo de empresários contou com o apoio do Sistema OCB/ES, entidade que representa e defende os interesses do movimento cooperativista no estado. Por intermédio da instituição, o coordenador da iniciativa participou de um intercâmbio de experiências no Paraná.

No último mês de janeiro, o empresário Alfonso Silva, juntamente com colaboradores do Sistema OCB/ES, desembarcou no Sul do país para uma visita de imersão à Cooptur. A visita consistiu na apresentação de produtos, projetos e conhecimentos jurídicos, contábeis e comerciais.

Criada em 2004, a Cooptur é a primeira cooperativa de empreendedores de turismo do Brasil e exemplo de êxito no segmento. A cooperativa atua como operadora de turismo em toda a América do Sul e desenvolve roteiros turísticos diversos, desde os voltados ao agronegócio quanto os de lazer, por meio da sua marca CoopTurTrips.

Após ter recebido a comitiva do Espírito Santo no Paraná, o diretor-executivo e vice-presidente da Cooptur, Márcio Miranda, veio ao Espírito Santo para participar da palestra magna com o restante do grupo de empresários e esclarecer dúvidas acerca da gestão de uma cooperativa de turismo.

Miranda diz estar honrado pelo convite e prevê que a nova cooperativa colha bons frutos no estado. “Um prazer e uma honra ter sido convidado para estar aqui. Significa que fomos percebidos como uma cooperativa de referência em turismo e compartilhar conhecimentos faz parte do cooperativismo.

Acredito que a Cooptures já nasce forte porque é formada por empresários fortes aqui do estado e, na realidade, de um estado com turismo forte e solidificado. Tem tudo para dar certo”, concluiu.
Perguntado sobre qual conselho daria para a nova cooperativa que será constituída, Miranda mencionou os princípios do cooperativismo. “O conselho que dou é ter em mente a cooperação. Ter em mente os sete princípios, os valores humanos do cooperativismo e seguir em frente”, pontuou.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA