22.6 C
Vitória
quinta-feira, 2 julho, 2020

Justiça autoriza casal cultivar maconha em casa

Leia Também

Projeto prevê espaço para a imprensa capixaba na Ales

Na sala constará a atualização periódica e um banco de dados sobre as revistas e jornais dos municípios, antigos e atuais, além de fotos de momentos históricos e de profissionais da área de comunicação que prestaram relevantes serviços por meio do exercício de suas atividades. 

71% dos consumidores se sentem desconfortáveis em visitar locais públicos

Pesquisa divulgada pela empresa de consultoria Accenture mostra que grande parte dos entrevistados não se sente à vontade em frequentar shoppings, bares, eventos esportivos e shows pelos próximos dois meses.

Grandes clássicos apresentados no segundo concerto on-line da Osses

A exibição virtual, que faz parte do projeto “[email protected] Sinfônica In Live”, começará às 20 horas, nas mídias sociais do Projeto Casa Verde.

Alunos surdos da Serra terão acesso aos estudos pela internet em Libras

O VLibras, um conjunto de ferramentas computacionais de código aberto que traduz conteúdos digitais para a Libras, tornando os conteúdos acessíveis para os alunos da educação especial.

Uso da maconha é alternativa no tratamento para diversas doenças. O cultivo e o uso da cannabis já são liberados em vários países e em alguns estados dos EUA

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou um casal a cultivar maconha em casa para o tratamento de uma doença crônica de sua filha. A decisão confirma uma liminar concedida em dezembro do ano passado.

Margarete Brito e Marcons Lins obtiveram um habeas corpus preventivo que proíbe qualquer ato contra sua liberdade em razão do cultivo e processamento da maconha em sua residência.

Segundo laudos médicos, a menina teve redução de até 60% de suas crises convulsivas após a utilização, sob a supervisão médica, de extrato artesanal da erva.

Outra decisões judiciais parecidas têm sido proferidas pelo país. Um dos usos do canabidiol, extrato da maconha é no controle das crises convulsivas de crianças.

O produto pode ser importado, mas o custo é elevado. Desde janeiro de 2015, a Anvisa liberou o uso medicinal à base de canabidiol.

Entre 400 substâncias que compõem a cannabis, apenas duas têm comprovadamente efeitos terapêuticos: o tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol.

O THC é responsável pelos efeitos conhecidos da maconha, como a vermelhidão dos olhos e alteração na percepção do tempo.

Ele é indicado para náuseas e vômitos, induzidos pela quimioterapia do câncer, e dores neuropáticas.

Já o canabidiol combate alguns dos efeitos adversos do THC e age como ansiolítico.

Um estudo da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que essa substância diminuiu a ansiedade de pacientes com fobia social.

Entre os países que liberam o uso médico da maconha estão Estados Unidos, Itália, Canadá, Espanha, Israel e Reino Unido.

Na Holanda, existem produtos fabricados com a própria planta in natura, cultivados pelo Ministério da Saúde e distribuído pelas farmácias.

TRATAMENTO

Entre as doenças que podem ser tratadas com a maconha medicinal estão:

AIDS

câncer

TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade)

Esclerose múltipla

Náusea decorrente da quimioterapia

Doença de Crohn

Glaucoma

Epilepsia

Insônia

Enxaqueca

Artrite e falta de apetite

Anorexia

Síndrome de Tourette

Mal de Alzheimer

Distrofia muscular

Fibromialgia

Caquexia

Esclerose lateral amiotrófica

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59. Saiba mais! Para quem ainda não se cadastrou a fim de receber o auxílio emergencial de R$...

Depois de dois meses em queda, produção industrial cresce 7% em maio

Alta é a maior desde junho de 2018 (12,9%), diz IBGE. Confira! A produção industrial brasileira avançou 7% na passagem de abril para maio deste...

Confiança do empresário sobe em junho pelo segundo mês, diz FGV

Índice atingiu 80,4 pontos em escala de zero a 200 pontos. Saiba mais! O Índice de Confiança Empresarial (ICE) medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV)...

Intenção de consumo das famílias tem maior queda em dez anos, diz CNC

Em comparação a junho do ano passado a queda é de 24,1%. Confira! A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do...

Vida Capixaba

O clássico tricot retorna à moda com o inverno

Desde que caiu na graça das fashionistas, o tricot ganhou recortes e estampas mais atuais e se consolidou como a peça chave dos looks de inverno nos últimos anos.

Cinema drive-in será aberto a partir desta quinta (02), em Vitória

Tendência nos anos 1960, o Circuito Cine Drive-In, será realizado em um espaço montado no estacionamento da Faculdade Estácio de Sá, em Jardim Camburi, Vitória.

População poderá opinar sobre projeto arquitetônico em Vila Velha

Estão previstas a construção de um centro de apoio aos visitantes com lojas, sede administrativa, salão, banheiros, depósitos, playground, estacionamento, entre outras melhorias.

Raul Seixas será próxima atração do Diversão em Cena

O espetáculo “Raulzito Beleza: Raul Seixas para Crianças” será apresentado neste domingo (28), às 16 horas, nas mídias sociais do projeto.
Continua após publicidade