23.2 C
Vitória
sexta-feira, 29 maio, 2020

Idosos: acolhimento, solidariedade e doação

Leia Também

Prejuízo com fechamento de shoppings centers capixabas chega a R$ 1 bilhão

Os shoppings centers da Grande Vitória estão fechados desde o dia 19 de março, por meio de um decreto estadual a fim de conter a pandemia do novo coronavírus.

Covid-19: após a alta, cuidados devem continuar

Segundo especialista, é importante seguir os cuidados médicos. Em alguns quadros mais graves vão demandar mais um tempo de recuperação.

PIB está 4,2% abaixo do pico observado no fim de 2014, diz IBGE

O resultado, segundo a instituição, é resultado do primeiro trimestre teve forte impacto da pandemia do novo coronavírus.

Como montar um cantinho lúdico e organizado para as crianças

Com as crianças em casa em tempo integral, as famílias se deparam com o desafio de manter a rotina de atividades escolares e brincadeiras.

Sociedade de Assistência à Velhice Desamparada de Vitória (ES) trabalha na promoção do cuidado e do bem-estar social de idosos

O corpo já não se move como na força da juventude. São histórias marcadas na pele, no olhar, nos gestos, de pessoas que mantêm vivo o sentimento no coração, que já viveram boa parte de sua jornada e que agora querem apenas ter carinho e se lembrar de suas experiências.

O Brasil tem a quinta maior população idosa no planeta. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões até 2050, o que representará um quinto da população do globo.

Com o avanço dessa faixa etária, cresce também a procura por abrigos destinados a esse público, já que a rotina de uma sociedade mais ávida por trabalho e conquistas gera a falta de tempo. O resultado disso é que muitos idosos são deixados pela família em asilos ou casas de repouso.

Nessa tarefa, amor, atenção e cuidado são essenciais. É o que faz o Asilo dos Idosos, a Sociedade de Assistência à Velhice Desamparada, que funciona em Vitória (ES) há 78 anos. A casa acolhe os internos com atividades que proporcionem bem-estar social, através de trabalhos lúdicos e terapêuticos, com dança, música, passeios e até festas e confraternizações.

Maria dos Anjos, 93 anos, deseja um mundo melhor a todas as pessoas. – Foto: Renato Cabrini / Next Editorial

“Nós oferecemos acolhida e tratamento humano diferenciado, com aquele aconchego de casa que eles merecem. Afinal, muitos foram maltratados e sofreram negligência familiar. A felicidade está estampada no rosto deles quando participam das oficinas, pois de alguma maneira estão sendo lembrados. Esse é o nosso dever, e a gente acaba se sentindo feliz também”, afirmou a assistente social Valdete Chagas, que trabalha há oito anos com programas de promoção aos idosos.

Atualmente o espaço abriga 79 internos, tanto do Espírito Santo quanto de outros estados. Cerca de 35% deles não possuem nenhum tipo de relacionamento familiar. A maioria mantém a expectativa da felicidade e de seus sonhos vivos, como mostram as palavras da dona Maria dos Anjos, 93, que está lá há cinco anos. ”Eu tenho muita esperança de um mundo melhor e desejo que as pessoas sejam mais felizes”, comentou.

O asilo

Ao todo, 65 funcionários permanentes cuidam dos idosos, e um grupo de 20 voluntários prestam serviços por meio de oficinas. “É uma doação de alma e de coração. É dignificante e satisfatório. Todos se dedicam ao trabalho com muito carinho. Estamos cumprindo o nosso papel, que é de ser solidários e de ajudar. Procuramos dar as melhores condições para nossos abrigados, porque eles são carentes e precisam de nossa ajuda”, explicou João Ângelo Baptista, que preside a instituição há nove anos.

O local é aberto à visitação diariamente, inclusive nos feriados. Qualquer interessado pode conhecê-lo. “Eles sempre ficam mais felizes quando recebem visitas”, acrescentou.

Toda ajuda é bem-vinda, já que 50% dos recursos financeiros são captados por doações. “Com a crise econômica, a arrecadação diminuiu, nem sempre conseguimos cobrir todas as despesas com o dinheiro que chega. Fazemos um trabalho que comove a sociedade, mas para isso é necessário que todos colaborem. Seria impossível esse trabalho sem as doações. Peço que a sociedade se envolva e se torne um associado da instituição”, conclamou João Ângelo.

José Firmino, 90 anos, disse que é muito bem cuidado no asilo. – Foto: Renato Cabrini / Next Editorial

Valdete aprendeu no local a melhor expressão de simplicidade e felicidade. “É muito prazeroso trabalhar com quem tem muito a nos ensinar. Os idosos são experientes, sensíveis e amorosos. Isso me faz amadurecer como pessoa e pensar no amanhã, pois pode ser eu que esteja precisando de ajuda no futuro”, observou.

Separar um tempo para se dedicar aos internos é uma forma de agradecer a essas pessoas que tanto já fizeram por nossa história. Um pequeno gesto de alguém pode gerar uma nova perspectiva para eles. “Traz energia positiva. O meu desejo é que as pessoas sejam mais sinceras e que convivam mais umas com as outras. Assim o mundo será bem melhor”, disse Célio Palmeira, 83 anos.

Envolva-Se!
Para doações:  www.asilodevitoria.com.br
Serviço voluntário: [email protected]
Tel: (27) 3223-3678
Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Maia diz que auxílio emergencial deve ser prorrogado, mas teme redução de valor

O presidente da Câmara dos Deputados afirmou que há um embate explícito dentro do governo, e do próprio Parlamento, entre priorizar investimentos públicos e privados.

Pesquisa revela que empresas capixabas de TI apostam na superação da crise causada pela pandemia

O foco foi identificar as principais dificuldades, sugestões e expectativas diante os desafios que a pandemia, provocada pela Covid-19, impôs ao mercado de tecnologia do Espírito Santo.

Marcos Troyjo é eleito presidente do Banco do Brics

Troyjo sucederá o indiano Kundapur Vaman Kamath, primeiro a comandar o NDB, criado na reunião de cúpula do Brics de Fortaleza, em 2014

Aneel tenta reduzir reajustes tarifários para ex-distribuidoras da Eletrobras

Os contratos de concessão dessas distribuidoras, que foram vendidas em leilões realizados há dois anos, previa a possibilidade de que os novos operadores pedissem Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) para reconhecer os investimentos realizados na área de atuação das empresas

Vida Capixaba

Orquestra Sinfônica Sul Espírito Santo realizará apresentações on-line

A primeira apresentação da série "[email protected] Sinfônica In Live", será na próxima quinta-feira (04), a partir das 20h, pelas mídias sociais do projeto social Casa Verde.

Golden Tulip Porto Vitória inaugura espaço exclusivo para lives

O objetivo é disponibilizar infraestrutura tecnológica de ponta para encontros virtuais, como shows e transmissões corporativas, além de ensaios de grupos musicais. 

“Blitz do Bem” entrega kits de limpeza e máscaras, na Serra

Nesta quarta-feira (27), uma equipe do Departamento de Operações de Trânsito (DOT), em parceria com a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde do município, distribuiu kits de limpeza e máscaras de proteção.

Observatório online ajuda a fortalecer a gastronomia regional

Com coordenação e execução da instituição, o Observatório busca realizar ações de pesquisa e de documentação sobre as cadeias produtivas, os sistemas alimentares, e demais temas referentes à culinária.
Continua após publicidade