22.1 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Grupo da Anatel quer montar projeto-piloto de internet nas escolas

EsBrasil-anatel
Foto: Reprodução

No total, o certame realizado em novembro do ano passado reservou R$ 3,1 bilhões para serem aplicados nesse segmento

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) planeja encaminhar no segundo semestre do ano a execução do projeto-piloto de promoção de conectividade nas escolas públicas, programa que será bancado com parte dos recursos arrecadados no leilão do 5G. No total, o certame realizado em novembro do ano passado reservou R$ 3,1 bilhões para serem aplicados nesse segmento. A previsão atual é que eles possam conectar cerca de 15 mil escolas.

A iniciativa é coordenada pelo Grupo de Acompanhamento do Custeio a Projetos de Conectividade de Escolas (Gape), que é presidido por Vicente Aquino, conselheiro da Anatel.

Aquino afirmou nesta terça-feira, 24, que o plano é de ter o projeto-piloto desenhado em cerca de 30 ou 40 dias, para ser levado ao Conselho da agência, e apresentado em agosto para a Entidade Administradora da Conectividade das Escolas (EACE), responsável pela execução.

Ainda não há definição de quais escolas serão atendidas no piloto, ou sobre o montante de recursos que serão direcionados nesse momento, mas, segundo o conselheiro, o número de localidades pode ficar entre 10 e 20 escolas, podendo ser mais.

Essa primeira etapa funcionará como um teste para, dando certo, replicar no restante das escolas. Segundo Aquino, a ideia é que a velocidade inicial de internet a ser contratada e ofertada nas escolas seja de 50 megabytes, podendo ser de até 200 megabytes em instituições com mais de 500 matriculados.

Além da própria conexão, o grupo quer também quer que seja oferecida às instituições de ensino uma infraestrutura completa, a fim de que os alunos possam usufruir da internet, instalando, por exemplo, laboratórios com computadores.

A obrigação para implantação do programa de conectividade nas escolas foi assumida pelas empresas que arremataram faixas de 26 GHz no leilão do 5G, como a Claro, Vivo, TIM e a Algar Telecom.

Informações de Agência Estado

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade