19.4 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto, 2022

Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo são absolvidos pelo STF

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Gleisi e seu marido foram acusados de receberem valor do esquema de corrupção na Petrobras negociado por intermédio de Paulo Bernardo e do empresário Ernesto Kluger Rodrigues, que também é réu

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e de seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, foram absolvidos pela segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) nessa terça-feira (19).

Gleisi foi acusada de receber R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010, valor esse desviado no esquema de corrupção da Petrobras, e para julgá-la o STF usou como base os depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa dados a Procuradoria Geral da República (PGR).

Gleisi Hoffman e seu marido Paulo Roberto / Foto: Marcelo Andrade

Os ministros entenderam que há divergências nos depoimentos de Youssef e de Costa e que não há nenhuma prova de que a senadora recebeu a verba para dar seguimento à campanha.

Apenas o ministro Celso de Mello seguiu o voto de Edson Fachin (o relator). Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela absolvição integral de Gleisi e Paulo Bernardo, por falta de provas.

Um dos argumentos utilizados pela defesa de Hoffmann foi o uso de delação premiada do doleiro e do ex-diretor a PGR sem apurar a origem do recurso desviado da Petrobras.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade