26 C
Vitória
quinta-feira, 11 agosto, 2022

Férias escolares: como garantir a segurança das crianças

esbrasil-ferias-escolares
A infância é um período de muita curiosidade e exploração de coisas novas, isso pode representar perigo em ambientes inadequados sem supervisão de um adulto - Foto: Reprodução/Freepik

No período das férias escolares, o volume de acidentes domésticos aumenta 25%, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria 

Por Wesley Ribeiro 

Mal acaba o período das festas juninas e as crianças já estão ansiosas com a chegada do período das férias escolares, época de ficar em casa, de passar mais dias com os avós, de brincar e de se alegrar com os amigos. Mas para o período de férias se manter legal do início ao fim é preciso tomar cuidado.

A infância é um período de muita curiosidade e exploração de coisas novas, isso pode representar perigo em ambientes inadequados sem supervisão de um adulto. Segundo dados do Ministério da Saúde (MS), ao ano, 110 mil crianças são hospitalizadas em razão de acidente doméstico.

Mas no período de férias, o volume de acidentes domésticos registrados em hospitais aumenta 25%, em média, segundo dados da Sociedade Brasileira de Pediatria. Quedas, sufocamentos, afogamentos, atropelamentos, choques e intoxicação são os mais comuns.

Por esta razão, o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Espírito Santo orienta que os pais, responsáveis ou adultos devem observar muito os detalhes. Abaixo, seguem as discas do órgão para evitar acidentes:

Panelas de pressão

Deve-se ter cuidado com as panelas de pressão e todas as que estiverem muito aquecidas. Quando no fogão, os cabos devem estar voltados para o lado interno.

Queimaduras

As queimaduras são comuns no ambiente doméstico e quando acontecem devem ser lavadas com água limpa ou soro fisiológico até chegarem os cuidados médicos. Não se deve aplicar qualquer substância sobre o ferimento como pó de café, manteiga, creme dental, etc;

Gás de cozinha

Deve-se se ter cuidado com o gás de cozinha e não deixar as panelas ao fogo ao sair de casa. Sempre que necessitar sair, o ideal é desligar o registro de gás.

Essas brincadeiras devem ser evitadas

As brincadeiras com banheiras, eletrodomésticos, piscinas, rios ou construções devem ser evitadas, pois, o senso de curiosidade das crianças é muito alto.

Na praia

Segundo o Corpo de Bombeiros, a praia pode ser perigosa se não houver atenção redobrada dos responsáveis. Em momento algum as crianças devem ficar sozinhas sem a presença de um adulto.

Sacolas

A asfixia é uma das principais causas de morte infantil, segundo o órgão, e os sacos plásticos podem provocar asfixia. Portanto, devem ser guardados fora do alcance de crianças.

Inflamáveis

Materiais como remédios, produtos de limpeza, produtos inflamáveis entre outros, necessitam de locais específicos e separados para armazenagem, fora do alcance das crianças.

Eletricidade

Fios descobertos, instalações improvisadas, sobrecarga de aparelhos em uma única tomada também devem ser evitados.

Elevador

O Corpo de Bombeiros é pontual: elevador não é brinquedo, é apenas um recurso para facilitar a vida das pessoas. As crianças não devem ser deixadas sozinhas próximas ao equipamento.

Tomadas

Deve-se colocar protetores de tomada em todas as tomadas ao alcance das crianças.

Escadas

O revestimento deve ser antiderrapante, deve existir corrimões e protetores nas escadas para evitar acidentes. Além disso, proteção nas janelas e varandas que se encontram em lugares altos é essencial para a segurança das crianças.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade