21.4 C
Vitória
sábado, 6 junho, 2020

A fatura da irresponsabilidade fiscal

Leia Também

Crise tem maior impacto em negócios liderados por empreendedores mais velhos

Durante a pesquisa realizada pelo Sebrae e a FGV, foram ouvidos 10.384 empresários do setor, entre 30 de abril e 5 de maio, e mostrou que entre os entrevistados com 56 anos ou mais.

Prefeitura da Serra reduz burocracia para mais dez negócios

Na instrução normativa publicada na última segunda-feira (1°) foram incluídas mais 10 atividades na lista que já continha 150.

Petrobras eleva preço do gás de cozinha nas refinarias

O aumento também está relacionando ao consumo do gás de cozinha durante a pandemia, já que o isolamento social tem levado às famílias a cozinharem mais em casa.

Dia Mundial do Meio Ambiente estimula ações de preservação do planeta

Para comemorar a data, instituições privadas, ONG's, prefeituras, e outras, se unem para fazer ações de conscientização em tempo de pandemia.

INSTITUCIONAL E MORAL ESTATÍSTICAS DO PIB

Não bastasse a insegurança inerente ao pleito eleitoral deste ano, vimos os simplórios resultados do PIB sancionando a persistente taxa de desemprego de 12%.

Uma sucessão de erros dispersaram o foco da discussão e os interesses do país foram submetidos aos dos donos do poder. Até chegarmos à prosaica situação em que aqueles que têm propostas para recolocar o País na rota do crescimento e da equidade social, não têm votos para vencer a eleição e implementá-las; enquanto os paladinos da justiça, porta-vozes da verdade absoluta, adeptos da autocracia, lideram a disputa.

É curioso a desfaçatez com que esses donos do poder brincam com fogo.

E assustador a rapidez da resposta, implacável, da economia – perda de dinamismo e desemprego –  às suas sandices.

No segundo trimestre de 2016, o PIB caíra 3,8% em relação ao mesmo trimestre de 2015.

Mas os ajustes comandados pela política monetária, acompanhados pelo os do Tesouro Nacional, naquele início de 2016, fizeram com que no segundo trimestre de 2017 o PIB crescesse 0,4% em relação ao do mesmo período de 2016.

Mas aí veio a público uma evidência da falta de decoro de um dos donos do poder. Ela o tornou refém dos outros donos. O preço cobrado pelo resgate foram as reformas da previdência, trabalhista, e o descontigenciamento de gastos (pacote de bondades) – a primeira foi adiada, a segunda desfigurada, e a terceira escancarada.

Na esteira desse vexame institucional e moral, o âncora das mudanças estruturais entregou o bastão para o seu Secretário Executivo e foi se aventurar a candidato à Presidência da República.

Foi quando o caldo entornou de vez – Executivo acéfalo e Ministério da Fazenda sem interlocução com Congresso –  adeus equilíbrio fiscal.

Restou a estabilidade monetária – o Banco Central. Graças à sua atuação durante 2017 a taxa de inflação caiu abaixo da meta estancando o empobrecimento decorrente da perda do poder de compra da moeda que provoca.

Contudo, estabilidade monetária sem equilíbrio fiscal tem fôlego limitado.

As estatísticas do PIB do segundo trimestre de 2018 confirmam: crescimento do 2º trimestre de 2018 em relação ao mesmo trimestre de 2017 foi de 1%; e no acumulado do ano (2018) em relação ao anterior (2017), cresceu 1,1%.

Nas estatísticas de seus subsetores, confirma-se o baixo dinamismo – agropecuária caiu 0,4% no 2º trimestre e havia caído 2,6% no 1º; a indústria de transformação cresceu 1,8% no 2º trimestre, contra 4% no 1º; a indústria extrativa cresceu 0,6% no 2º trimestre e havia caído 1,9% no 1º; e a indústria da construção caiu 1,1% e 2,2%, respectivamente, no 2º e 1º trimestres. O setor de transporte e armazenagem cresceu nos dois trimestres, mas com perda de dinamismo – 2,8% no 1º, e 1,1% no 2º. Eletricidade gás esgoto e água cresceu mais no 2º trimestre (3,1% contra 0,6%), assim como atividades imobiliárias (3% contra 2,8%). Serviços de defesa, saúde e educação (0,5% contra 0,6%) mantiveram o ritmo.

As estatísticas do PIB são a fatura da irresponsabilidade fiscal, institucional, e moral, que os donos do poder estão passando para os cidadãos-eleitores pagarem.

Arilda Teixeira – Economista e profa. da Fucape


Leia mais

A Economia nas Propostas dos Presidenciáveis – 2ª Parte

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Inflação para famílias de baixa renda cai 0,30% em maio, diz FGV

Com o resultado, o índice acumulou alta de 0,81% no ano de 2020. Em 12 meses, o indicador acumulou avanço de 2,59% Por Daniela Amorim (AE)...

Dia Mundial do Meio Ambiente estimula ações de preservação do planeta

Para comemorar a data, instituições privadas, ONG's, prefeituras, e outras, se unem para fazer ações de conscientização em tempo de pandemia.

Produtos com até 50% no Dia Livre de Impostos

E por conta da pandemia do novo coronavírus, os estabelecimentos inovaram. Neste ano, o Dia Livre de Impostos será on-line.

Projeção de alta do crédito bancário em 2020 passa de 4,8% para 7,6%, diz BC

Já a projeção de crescimento do crédito livre em 2020 passou de 8,2% para 10,6%. No caso dos recursos direcionados, a projeção foi de zero para alta de 3,5%.

Vida Capixaba

Prefeitura de Vila Velha e BNDES firmam parceria para modernizar parque de iluminação da cidade

Inicialmente, o sistema substituirá as 35 mil luminárias em toda a cidade, com lâmpadas com tecnologia de LED, além de telegestão, instalação de tecnologia de monitoramento remoto das luminárias.

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Vitória organiza Circuito Cultural com exposição on-line

Os alunos do Núcleo de Fotografia do Circuito Cultural, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc) fizeram trabalhos que estão sendo disponibilizados por meio de uma exposição on-line. 

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 
Continua após publicidade