21 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto, 2022

Protestos contra cortes na educação nesta quinta (30)

Foto: Reprodução

Alunos, professores e demais servidores da educação vão às ruas a partir das 16h30, em ato pacífico na Grande Vitória

Estudantes, professores e profissionais ligados à educação estarão nas ruas nesta quinta-feira (30), a partir das 16h30, para manifestar contra o corte de verbas nas universidades e institutos federais pelo governo Bolsonaro.

Cerca de 150 cidades participarão do ato. No Espírito Santo, a concentração será em frente ao Teatro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), na Avenida Fernando Ferrari, em Goiabeiras.

De acordo com a divulgação da União Nacional dos Estudantes (UNE), apesar da força representada na última manifestação realizada no dia 15 de maio, que mobilizou 220 municípios, a expectativa é de que nesta manifestação menos cidades farão o manifesto.

Estudantes protestam contra os cortes nos orçamentos destinados às universidades. | Foto: Jonas Santos / Mídia Ninja

Além disso, não há como comparar com as manifestações a favor do governo do atual presidente realizadas no domingo (26), que tiveram como foco a reforma da Previdência e o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Por meio de um comunicado da Central Única dos Trabalhadores. “Um ato convocado pela UNE, também contra os cortes na educação e em defesa da aposentadoria, está sendo organizado e mobilizado por estudantes, professores, CUT e demais centrais e será mais uma mobilização rumo à greve geral do dia 14”, diz o texto.

Bloqueios

Os bloqueios das verbas de recursos tanto da educação básica quanto das universidades federais ocorreu no começo de abril, após o ministro da Educação, Abraham Weintraub, assumir a pasta.

Ao menos 2,4 bilhões de reais que estavam previstos para investimentos em programas da educação infantil ao ensino médio foram bloqueados.

O ministro também declarou que haveria um corte de 30% no orçamento de universidades federais que promovessem “balbúrdia” e tivessem desempenho acadêmico abaixo do esperado.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade