Crianças devem aprender educação financeira

(Fotografia - iStock)

Educação financeira é para todas as idades

O segundo semestre acabou de começa. É uma boa hora para avaliar o planejamento do ano. Se você tem filhos, as férias escolares tanto do mês de julho quanto as de verão começam a virar o foco do planejamento familiar. Que tal aproveitar essa oportunidade e trazer um pouco de educação financeira para dentro de casa?

Existem pessoas que acreditam que falar de dinheiro com o público infantil é um erro. Por outro lado, especialistas em educação financeira reforçam a importância de despertar o interesse sobre o assunto desde cedo.

Muitos adultos se perguntam se há uma maneira correta de introduzir o assunto nas conversas com o público infantil. E de fato isso é um grande desafio. Estudos apontam que a mesada é uma boa forma para os pequenos entenderem a importância do dinheiro. Com ela, eles aprendem sobre a complexidade em obtê-lo e onde deve ser investido, e ainda desperta o consumo consciente.

As crianças de hoje já nasceram no mundo digital. Para elas, a tecnologia da informação não é uma condição, é necessidade. Além disso, as brincadeiras e os momentos de lazer da criançada se dão por meio de smartphones e tablets.

Eles ficam boa parte do tempo em joguinhos, que são uma excelente forma para aprender a lidar com recursos. Já que boa parte dos jogos infantis envolve algum tipo de moeda para compra de acessórios do personagem, por exemplo.

* Da redação com informações do Serasa Ensina


LEIA TAMBÉM
Conteúdo Publicitário