O ofício do ensino pelas mãos de um pedagogo

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (20), é comemorado o Dia Nacional do Pedagogo, profissional responsável pelo desenvolvimento e aprendizagem de crianças e adolescentes

“Educar e educar-se, na pratica da liberdade, é tarefa daqueles que pouco sabem, por isto sabem que sabem algo e podem assim chegar a saber mais, em diálogo com aqueles que, quase sempre, pensam que nada sabem, para que estes, transformando o seu pensar, que nada sabem em saber que nada sabem, possa igualmente saber mais”, disse o educador, pedagogo e filósofo Paulo Freire.

Mas só é possível haver educação se houver quem possa ensiná-la, e é aí que surge então uma das profissões mais importantes: a pedagogia. E nesta segunda-feira (20) é comemorado o Dia Nacional do Pedagogo.

Instituída por meio do decreto nº 7.264, de 20 de Maio de 2010, proposto pelo deputado Eduardo Gomes, a data é uma forma de homenagear os milhares de pedagogos e pedagogas que tem papel fundamental na formação e aconselhamento de crianças e adolescentes em escolas de todo o país.

O pedagogo é o profissional responsável por ajudar no desenvolvimento do estudante. – Foto: Reprodução

O profissional da pedagogia exerce ainda o exerce o papel de motivar e estimular estudantes, que no futuro, poderão se tornar professores, advogados, médicos, cientistas, jornalistas e tantas outras profissões.

De acordo com o Censo da Educação Superior do Ministério de Educação (MEC), formulado em 2016, o curso de pedagogia é um dos mais procurados no país e pelo menos 860 mil pessoas se formaram em pedagogia.

Além dos muros da escola

Além da alfabetização de crianças, empresas e entidades, que reconhecem a importância da didática e da psicologia da educação na formação humana, o profissional também é requisitado em outros ambientes profissionais.

Para o diretor do Colégio Objetivo de Brasília, Ricardo Basílio, o pedagogo é um dos mais importantes na fundamentação da ação docente. “A partir do exercício das funções do pedagogo é que se constrói a base teórica do trabalho que será desenvolvido pelo professor no processo ensino-aprendizagem. Cabe ao pedagogo a interação entre estes saberes. Então todo o planejamento que antecede o ato de ensinar deve, num primeiro momento, passar pela análise desse profissional”, afirma.

Ele explicou também que diversos obstáculos em relação ao exercício de mediador e articulador no processo de ensino-aprendizagem atrapalha a profissão. “O distanciamento das famílias em relação à escola e a consequente dificuldade que estas ações provocam no processo de aprendizagem dos alunos têm se constituído num grande entrave para o trabalho do pedagogo”, finaliza Basílio.

Conteúdo Publicitário