21 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Dia Mundial da Saúde: conheça a importância da medicina preventiva

esbrasil-saude
A medicina preventiva confere mais qualidade de vida e saúde, segundo especialistas - Foto: Reprodução/Pixabay

Com a medicina preventiva é possível ampliar as possibilidades de prevenção de doenças e promover a saúde. Graças à ela, os brasileiros estão vivendo mais

Por Wesley Ribeiro 

Com a pandemia de Covid-19 e as implicações na saúde pública, nos últimos dois anos falou-se muito em doença e pouco em prevenção. Em todo o país, cerca de um milhão de procedimentos cirúrgicos foram adiados ou cancelados, de acordo com um estudo publicado neste ano pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Nesta quinta-feira, 07 de abril, data em que se comemora o Dia Mundial da Saúde, nunca foi tão importante falar em medicina preventiva. Isso porque sem a prevenção, doenças deixam de ser diagnosticadas antecipadamente ou continuam a evoluir, podendo até comprometer o tratamento.

É o que explica Leonardo Lessa Arantes, presidente da Associação Médica do Espírito Santo (Ames). “O impacto da pandemia de Covid-19 na saúde foi imenso. Cirurgias eletivas deixaram de ser feitas. Exames, diagnósticos e outros procedimentos também deixaram de ser realizados causando atraso no tratamento. As doenças continuaram a evoluir em sua história natural, e os pacientes retornaram aos consultórios em uma condição de saúde mais desfavorável.”

Arantes ressalta que a medicina preventiva é importante porque a prevenção melhora a qualidade de vida das pessoas, melhora a longevidade e tem um impacto menor nos custos da saúde publica e privada.

O último levantamento feito pelo IBGE, em 2018, revelou que a expectativa de vida do brasileiro aumentou nos últimos anos, sendo de 72,8 anos para os homens e de 79,9 para as mulheres.

E esse aumento está diretamente relacionado à medicina preventiva, que evita o desenvolvimento de doenças, fator imprescindível para garantir a longevidade dos pacientes.

O que é medicina preventiva 

esbrasil-medico
Ir ao médico periodicamente é uma das medidas da medicina preventiva – Foto: Reprodução/Pixabay

Na prática, a medicina preventiva é um conjunto de medidas adotadas no sentido de se prevenir doenças e complicações. “Quando é adiada, o paciente chega aos consultórios com a doença em fase avançada e, portanto, com menos chance de tratamento ou necessitando de tratamentos mais complexos”, ressalta o presidente da Ames.

A cardiologista do Serviço de Hemodinâmica do Instituto do Coração, Unidade Hospital Santa Rita, a doutora Carolina Lugon, também ressalta a importância dos exames periódicos.

“Ter um estilo de vida saudável vai muito além de uma alimentação balanceada e a prática contínua de exercícios físicos. O cuidado com a saúde também envolve a prevenção de doenças através de consultas e exames periódicos, com uma orientação individualizada de um especialista.”

“A avaliação médica periódica permite identificar doenças que não apresentam qualquer tipo de sintoma. O médico, após conhecer os hábitos de vida e história familiar dos pacientes, pode identificar os riscos da pessoa desenvolver alguma doença ao longo da vida. Tão importante quanto tratar uma doença, é prevenir e detectá-la precocemente. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento na maioria das doenças!”, defende Carolina.

“A saúde preventiva tem como objetivo”, continua ela, “ampliar as possibilidades de prevenção de doenças e promover a saúde. O foco principal é a antecipação à doença e o diagnóstico precoce, com a finalidade de agilizar o tratamento e proporcionar maior bem-estar ao paciente.” 

Por fim, a cardiologista reforça a importância do cuidado com a saúde. “Com ela é possível ter mais disposição para as atividades diárias do cotidiano, melhor bem-estar e aumento da expectativa de vida com qualidade”, conclui. 

 

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade