23.8 C
Vitória
quarta-feira, 17 abril, 2024

Municípios da Grande Vitória desenvolvem ações de preservação nesta quinta (21)

Vila Velha, Vitória, Serra, Cariacica, Viana unidas para plantar um futuro mais verde

Por Mariah Friedrich

O Dia da Árvore, celebrado em 21 de setembro em vários países, incluindo o Brasil, é uma ocasião importante para engajar a população para a valorização e cuidado com as árvores e a preservação das matas e do meio ambiente. Nesta data, os munícipios da Grande Vitória, se unem em ações de conscientização sobre a proteção ddo meio ambiente, além de realizar atividades de preservação, o plantio e o fortalecimento da arborização urbana.

- Continua após a publicidade -

Na capital do Estado, a Secretaria de Meio Ambiente de Vitória (Semmam) preparou uma programação especialque inclui o plantio de 60 mudas de vegetação de restinga nesta quinta (21), no Parque Alfonso Pastore, no bairro da Mata da Praia, e o plantio de mais 59 mudas na Praça da Criança, na Ilha do Príncipe, no sábado (24).

Dia da árvore Parque Padre Alfonso Pastore
Dia da árvore no Parque Padre Alfonso Pastore – Foto: Divulgação/ PMV

Foram plantados exemplares de Biribá da Restinga, Batina da restinga, Trevo da restinga, Camboatã, Guapira e Maçã da Praia, com participação de estudantes das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef) Octacilio Lomba, Adelvani Sysesmundo Ferreira de Azevedo e Maria Madalena de Oliveira Domingues. No sábado (24), serão plantadas mudas de Ipê Branco, Pau Ferro, Jatobá, Carobinha e Aderne.

O programa Vix Flora também faz parte das iniciativas, com o objetivo de plantar cerca de 370 mil árvores nativas dos diferentes ecossistemas da Mata Atlântica (restingas, manguezais, apicuns, matas de encostas, entre outras formações) para recuperação florestal de cerca de 225 hectares (cerca de 225 campos de futebol) em áreas como unidades de conservação, parques urbanos, toda a orla da capital e regiões ou bairros pouco atendidos com arborização urbana. 

Dia da árvore no Parque Municipal Urbano Sítio Batalha, localizado no Centro de Vila Velha - Foto: Divulgação/ PMVV
Dia da árvore no Parque Municipal Urbano Sítio Batalha, em Vila Velha – Foto: Divulgação/ PMVV

A cidade de Vila Velha realizou nesta quinta (21) um evento de conscientização ambiental e a expansão das áreas verdes entre os bairros Ilha dos Ayres e Cristovão Colombo, próximo à Escola Municipal UMEF Irma Feliciana Garcia. Os alunos contribuíram para o verde da cidade ao plantarem um total de 34 mudas de árvores, incluindo 26 ipês amarelos e 8 palmeiras, doadas pela parceria com a empresa EDP.

Na Serra, a prefeitura está em fase de elaboração do Plano Municipal de Arborização, que visa melhorar a arborização urbana de forma ordenada e consciente. Estão sendo realizados estudos para viabilizar o plantio adequado de árvores, levando em consideração a espécie ideal para cada área e as vias de uso livre da Serra, de forma a propiciar um plantio ordenado e consciente. A cidade possui diversas espécies de árvores, incluindo o icônico Ipê-Amarelo, símbolo da nação, cujas flores caem no chão formando uma massa amarela que se destaca no verde das matas, como a bandeira brasileira. 

Serra comemora Dia da Árvore com plantio de 100 exemplares em antigo lixão - Foto: Divulgação/ PMS
Serra comemora Dia da Árvore com plantio de 100 exemplares em antigo lixão – Foto: Divulgação/ PMS

A programação para a data acontece em diversos pontos da cidade, e inclui o plantio de 100 árvores no cinturão verde de Novo Porto Canoa, que vai receber Ipês rosas e Patas de Vaca em um ponto viciado de lixo que está sendo totalmente revitalizado e onde está sendo construída uma das maiores pistas de bicicross do País. O Parque da Cidade, em Laranjeiras, vai receber uma árvore adulta com mais de 4 metros. O plantio será feito com os alunos da EEEFM Maria José Z. Miranda.

Dia da Árvore foi comemorado na Reserva Biológica (Rebio) Duas Bocas, em Cariacica - Foto: Divulgação/ Secom ES
Dia da Árvore comemorado na Reserva Biológica (Rebio) Duas Bocas, em Cariacica – Foto: Secom ES

Em Cariacica, o Dia da Árvore foi comemorado na Reserva Biológica (Rebio) Duas Bocas com uma ação de sensibilização e conscientização ambiental dos moradores do entorno e de usuários das estradas de acesso à Unidade de Conservação (UC). Houve também o plantio de mudas na área da Rebio por estudantes da rede municipal de ensino. A população de Viana também recebeu 120 árvores, incluindo Ipês Roxos, Ipês Rosas e Pau-Brasil e 250 compostos de adubo.

Cada uma dessas cidades, a sua maneira, realizou iniciativas para garantir um futuro mais verde e sustentável, reforçando o compromisso com a proteção das áreas naturais.

Jequitibá Rosa de João Neiva ultrapassa 47 metros de altura

No município de João Neiva, região nordeste do Estado, um jequitibá rosa centenário se destaca entre as árvores da mata no distrito de Barra do Triunfo, e chama a atenção de quem passa pelos seus 47m de altura e 12,5m de circunferência. Não se sabe a idade exata do gigante, o maior do Espírito Santo, mas acredita-se que tenha cerca de 800 anos.

O  jequitibá rosa é a árvore símbolo do Espírito Santo e demonstra a força da natureza. Há dois caminhos para chegar ao local: pelos Distritos de Barra do Triunfo ou de Alto Bergamo. A subida é cansativa, porém gratificante, acompanhada de muito verde e ar puro.

“A circunferência da árvore é tão grande que são necessários de 11 a 12 adultos para abraçá-la completamente. Símbolo de resiliência, o jequitibá rosa já foi alvo de investidas de madeireiros na década de 80 e atualmente é protegido por normas ambientais, proprietário, moradores, turistas e pela Prefeitura de João Neiva”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Fernando Pessotti.  Ele espera que o jequitibá seja um estímulo para a conservação de todas as árvores, independente do seu tamanho e relevância histórica. 

História da data

A história do Dia da Árvore remonta ao final do século XIX e início do século XX. O movimento para criar um Dia da Árvore tem suas raízes nos Estados Unidos. Em 1872, o jornalista e autor Julius Sterling Morton, que mais tarde se tornaria secretário de Agricultura do país, propôs a realização de um “Dia da Árvore” no estado americano do Nebraska. Ele acreditava que o plantio de árvores poderia ajudar a conservar o solo e melhorar o ambiente. Nesse mesmo ano, aconteceu o primeiro Dia da Árvore, celebrado em 10 de abril no Nebraska, quando cerca de um milhão de árvores foram plantadas naquele dia.

A ideia se espalhou para outros países e foi adotada em diferentes datas. No Japão, por exemplo, o Dia da Árvore (chamado de “Festa da Árvore”) começou a ser celebrado em 1875.

A escolha do dia 21 de setembro para a celebração do Dia da Árvore em vários países tem uma razão simbólica, por marcar o início da primavera no hemisfério sul e do outono no hemisfério norte, época ideal para o plantio.

No Brasil, foi estabelecido oficialmente o Dia da Árvore em 1965, pelo presidente Castelo Branco, Antes da escolha desse dia, as pessoas comemoravam, no Brasil, a festa Anual das Árvores, que acontecia na última semana de março.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA