14.9 C
Vitória
quarta-feira, 29 junho, 2022

Covid-19: especialistas esclarecem dúvidas sobre vacinação infantil em live

esbrasil-vacinacao-infantil-covid-19 (1)
As vacinas aprovadas para uso pediátrico são consideradas seguras por diversos órgãos da área da Saúde - Foto: Reprodução/Sesa-MS

Participam da live sobre vacinação infantil o médico sanitarista e secretário de Estado de Saúde, Nésio Fernandes, e o pediatra infectologista Renato Kfouri

Por Wesley Ribeiro 

As vacinas aprovadas para vacinação infantil são consideradas seguras não só pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas também pela agência reguladora de medicamentos americana, a Food and Drug Administration (FDA), e pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

No entanto, muitos pais ou responsáveis seguem hesitando sobre a vacinação das crianças. Para esclarecer sobre o assunto, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) disponibilizou a live “Segurança e necessidade da vacinação das crianças” que está disponível no canal da secretaria no Youtube.

Participam da live o médico sanitarista e secretário de Estado de Saúde, Nésio Fernandes; e o pediatra infectologista Renato Kfouri. Ele também é presidente do Departamento de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatra e diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações e membro da Câmara Técnica.

Clique no vídeo abaixo para assistir a live.

 

Renato Kfouri, pediatra infectologista: 

“Estamos no momento da comunicação, porque só transforma as vacinas em vacinação quando a gente sensibiliza a população. Aprendemos lá atrás a nos comunicarmos sobre vacinação num cenário onde as doenças eram muito frequentes, a paralisia é um exemplo. A partir desse momento onde há controle das doenças a discussão sobre a segurança e eventos adversos cresce, esses movimentos contrários que deixam famílias resistentes ganham importância. A ferramenta é aproximar a ciência da população e nisso a imprensa tem grande papel. Temos uma oportunidade única de promover a vacinação das crianças, chegou a vez delas”.

Eder Gatti, médico do Instituto Butantan: 

“Passamos por uma pandemia que exigiu da humanidade uma mobilização nunca antes vista com relação a vacinação. De fato, tudo aconteceu muito rápido, mas tudo aconteceu dentro dos conformes. As vacinas que estão aí foram testadas, não são experimentais, elas foram devidamente testadas, licenciadas por organismos reguladores sérios. As vacinar são seguras, eficazes, imunogênicas e não tem porque a gente deixar nossas crianças desprotegidas. Desconfiem de informações que chegam até vocês, que ‘pulam’ no celular. Temos por obrigação passar para os nossos filhos o legado da vacinação, não podemos passar para os nossos filhos a informação de que vacina é dispensável, isso é um risco grande, as coberturas vacinais de todos os imunobiológicos estão caindo e tendo crianças e adultos achando que as vacinas são dispensáveis corremos o risco de voltar à uma realidade pré-vacinação, com o retorno de doenças imunopreveníveis que a gente não vê mais como meningite, sarampo, pólio. Vamos vacinar as crianças e vencer a pandemia”. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade