Novos tratamentos contra a temida calvície

A calvície incomoda tanto os homens quanto as mulheres. - Foto: Reprodução

Fatores genéticos são as maiores causas e um rápido diagnóstico é determinante, segundo a especialista capilar Cristal Bastos

A calvície é um problema que preocupa tanto homens como também mulheres e ainda afeta diretamente a autoestima. Atualmente, com a supervalorização da imagem, perder os fios pode trazer consequências emocionais sérias, pela forma como a pessoa se vê e se sente. Para ajudar aqueles que buscam uma solução para queda de cabelo, mesmo ainda não existindo a cura de fato da calvície, há diversos tratamentos que ajudam a melhorar a vida de quem sofre com o problema. Cada vez mais surgem protocolos que combinam diferentes técnicas em uma única sessão, com a promessa de combater o problema em várias frentes e evitar a perda dos fios.

A calvície ou alopecia androgenética é caracterizada pelo afinamento dos fios do couro cabeludo, deixando-o mais visível. Dentre os tipos de alopecia, a não cicatricial é a principal causa da queda de cabelos após a adolescência. Nos homens, são comuns as “entradas”, enquanto nas mulheres, torna-se aparente a região central e superior do couro cabeludo.

A farmacêutica e tricologista, Cristal Bastos, disse que os fatores genéticos e hormonais são determinantes para o problema. – Foto: Divulgação

De acordo com a farmacêutica e tricologista, Cristal Bastos, os fatores genéticos e hormonais são determinantes para o problema.

“Entre as mulheres, é possível acrescentar como fatores associados alguns anticoncepcionais de uso oral, injetável ou implantáveis (DIU e injeções). Suplementos de academia ou medicamentos à base de hormônios com testosterona ou seus derivados também podem agravar o problema. É preciso ainda levar em conta fatores, como o estresse, deficiências vitamínicas, além de problemas de saúde, como anemia e hipotireoidismo”, indica.

Graças ao avanço no diagnóstico e no tratamento, o processo pode ser totalmente estagnado e revertido. “O que garante um bom resultado é o rápido diagnóstico. Se perceber que seu cabelo está ficando mais fino ou caindo muito, a ponto de ver vários fios no teclado do seu computador, no banco do carro e na roupa, busque um profissional especialista para indicar qual tratamento será mais eficaz caso a caso”, orienta Cristal.

O lazer é uma luz que age diretamente no bulbo capilar, promovendo estímulo da multiplicação das células de cabelo. – Foto: Divulgação

A profissional, que atende em seu espaço especializado em terapias capilares, a Cristal Clinica Capilar, lista alguns dos tratamentos para queda de cabelo:

  • Laser de baixa potência

Trata-se de uma luz que age diretamente no bulbo capilar, promovendo estímulo da multiplicação das células de cabelo. Ela também dilata os vasos que transportam nutrientes e oxigênio para a matriz do cabelo, tornando-o mais forte, e tem ação anti-inflamatória.

  • Microagulhamento com Drug Delivery

Essa técnica é uma das novidades e já bastante usada em tratamentos dermatológicos faciais. Consiste em através de microagulhas fazer inúmeras pequenas perfurações no couro cabeludo, permitindo a entrega transdérmica de ativos selecionados (drug delivery), podendo otimizar os resultados desejados. Essa técnica utiliza o transporte de ativos através da pele tendo a vantagem de ser de fácil acesso, segura e efetiva.

  • Microinfusão de ativos

Segue uma linha parecida com a do microagulhamento, porém consiste em infundir microdoses de ativos como fatores de crescimento diretamente no couro cabeludo, em áreas especificas, onde a queda é mais acentuada. É um procedimento pouco invasivo e que traz excelentes resultados no tratamento contra a calvície.

Leia Também:

 

Conteúdo Publicitário