22.7 C
Vitória
domingo, 19 maio, 2024

Agosto Azul é o mês de prevenção da saúde do homem

Agosto Azul é o mês de conscientização do autocuidado bem-estar e da saúde masculina

Por Paula Bourguignon

A campanha Agosto Azul incentiva os homens a cuidar mais da saúde e adotar novos hábitos. Afinal, existe a cultura de que muitos homens demoram a procurar atendimento médico ou não têm tanto hábito de cuidar da saúde.

- Continua após a publicidade -

Estatísticas e estudos apontam que o sexo masculino procura muito menos os médicos do que as mulheres. Logo, vivem sete vezes menos que elas.

As doenças que mais atingem os homens são: câncer de próstata, tabagismo, obesidade, pressão alta e sedentarismo.

Para prevenir o câncer de próstata, homens a partir de 45 anos de idade devem consultar anualmente o seu médico urologista, pois dessa forma é possível prevenir ou detectar precocemente o desenvolvimento da doença.

Em relação ao tabagismo, uma das consequências é a saúde sexual masculina. O uso constante dos cigarros pode interferir na função reprodutiva dos homens.

A obesidade é uma doença crônico-degenerativa e inflamatória grave, que tem como principal característica o acúmulo excessivo de gordura no tecido adiposo, que fica localizado abaixo da nossa pele.

Tradicionalmente, os homens tendem a consumir menos verduras, saladas e frutas do que as mulheres. Além disso, os homens tendem a consumir cerca de 5 vezes mais cerveja ou bebida destilada do que as mulheres.

A pressão alta, ou hipertensão, é uma doença silenciosa. Se os sintomas abaixo surgirem, provavelmente, ela já estará em fase mais avançada. O ideal, portanto, é detectá-la com exames. Os sintomas mais frequentes são: dor de cabeça, falta de ar, visão borrada, zumbido no ouvido, tonturas e dores no peito.

Muitos homens estão sedentários, então é preciso cuidado e atenção ao iniciar a prática de atividade física, e os exercícios aeróbicos são os mais indicados para o coração. 

Portanto, é essencial que os homens mantenham o hábito de atividade física e também uma alimentação saudável e equilibrada.  Além disso, devem manter uma rotina de consultas médicas.

João Batista Rasseli, 73 anos, é aposentado e não deixa de realizar mensalmente seu check-up.

“Como já fiz uma cirurgia de coração, tenho que ir periodicamente ao cardiologista, para fazer o devido acompanhamento, seja esteira, resistência e eletrocardiograma. Mas também vou muito ao oftalmogista e ao otorrinolaringologista. A idade vai chegando e não podemos facilitar”, sorriu.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA