18.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho, 2024

A hora da onda ESG

Práticas alinhadas a valores ambientais, sociais e éticos são pilares da sexta onda de inovação

Por Nicolle Expósito

As três letras da sigla em inglês ESG são traduzidas no tripé ambiental (Environmental), social (Social) e governança (Governance). Resumidamente, são os esforços adotados pelas empresas, governos e organizações para gerar impactos positivos ao meio ambiente, aos públicos de interesse (stakeholders), de forma responsável, ética e transparente.

- Continua após a publicidade -

Estabelecido em 2004 na publicação “Quem se importa, ganha”, do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), o termo ESG vem ganhando cada vez mais relevância, sobretudo no contexto dos negócios. Propósito, satisfação e bem-estar são valores agregados ao chamado capitalismo consciente.

Na teoria das Ondas de Inovação, desenvolvida pelo economista e cientista político austríaco Joseph Schumpeter no século XX, as revoluções tecnológicas são consideradas fundamentais para o progresso. Figuram como os ciclos mais importantes para o desenvolvimento econômico a Revolução Industrial; Idade do Vapor; Era da Eletricidade; Produção em Massa; e as Redes e Tecnologias da Informação e Comunicação.

A sustentabilidade emerge em um contexto de crise climática global e necessidade de reavaliar as relações com a força de trabalho, acionistas e consumidores. Boas práticas ambientais, sociais e de governança aumentam a competitividade, geram valor aos acionistas e representam melhor desempenho financeiro a longo prazo.

A pesquisa “Melhores para o Brasil”, sobre o comportamento das empresas a respeito das práticas ESG, aponta um longo caminho ainda a ser trilhado, uma vez que a preocupação com a sobrevivência dos negócios em um país burocrata e caro para quem empreende ainda é prioridade.

No entanto, o levantamento feito pela empresa Humanizadas aponta horizontes auspiciosos. O retorno financeiro a médio e longo prazo para as empresas alinhadas com as práticas ESG – entre elas Banco BV, Magazine Luiza, Arezzo, MaxMilhas e Reserva – é 615% superior ao Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira. Transparência, confiança, bem-estar de colaboradores e nível de satisfação dos consumidores também aparecem com avaliação bem superior na comparação com empresas não listadas no ranking.

Desenvolver modelos de negócio e tecnologias alinhados com valores sociais, ambientais e de governança é imperativo, seja em grandes corporações ou startups, na esfera pública ou privada. Mais que discurso ou estratégia de marketing para posicionar organizações, a prática ESG se mostra um caminho sem volta em que propósito e resultado caminham de mãos dadas.

Nicolle Expósito é jornalista e ativista ambiental.

 

Mais Artigos

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Fique por dentro

ECONOMIA

Vida Capixaba