Conheça os vencedores do Festival de Cinema de Vitória 2019

O documentário
A relação da filha e uma mãe com doença mental é apresentada no documentário vencedor "Casa" (Foto - Divulgação)

Documentário pernambucano vence entre longas

O Festival de Cinema de Vitória anunciou os filmes vencedores de sua 26ª edição. Na competição nacional de longas, o troféu Vitória de Melhor Filme foi para o documentário Casa, de Letícia Simões. A produção revela a relação entre mãe e filha e, na construção dos espaços de afeto entre essas mulheres, questiona o que é sanidade, memória, solidão e família.

O cineasta paraibano Bertrand Lira ganhou os prêmios de Melhor Direção e Melhor Roteiro pela ficção O seu amor de volta e o cearense Pacarrete, de Allan Deberton, venceu na categoria Interpretação, pela atuação do núcleo de atrizes Marcélia Cartaxo, Soia Lira e Zezita Matos. O documentário gaúcho Mirante, de Rodrigo John, levou o troféu Vitória na categoria Contribuição Artística.

Antes da premiação, o público assistiu ao curta-metragem de suspense Uma faca só lâmina, produzido, filmado e finalizado pelos alunos da oficina ministrada durante o festival pelo cineasta Luiz Carlos Lacerda, o Bigode. As atrizes Marcelia Cartaxo, Vera Fischer e Rita Cadillac fizeram participações especiais. O festival homenageou a atriz Vera Fischer, que recebeu o troféu Vitória e os aplausos do público por sua contribuição ao audiovisual. E também a escritora e pesquisadora capixaba Bernadette Lyra por sua relação com a literatura e cinema nacional.

A diretora Letícia Simões recebendo troféu no Festival de Cinema de Vitória 2019
Letícia Simões assina a direção do documentário “Casa” (Foto – Levi Mori)

26º Festival de Cinema de Vitória – Vencedores

Mostra Competitiva Nacional de Longas

Melhor Filme – Casa, de Letícia Simões
Direção – Bertrand Lira, de O seu amor de volta (Mesmo que ele não queira)
Interpretação – Marcélia Cartaxo por suas atuações em Pacarrete e O seu amor de volta (Mesmo que ele não queira)
Roteiro – Bertrand Lira, por O seu amor de volta (Mesmo que ele não queira)
Contribuição Artística – Mirante, de Rodrigo John
Menção Honrosa para o ator William Muniz, pelo papel de Laura de Jezebel do filme O seu amor de volta (Mesmo que não queira)

Mostra Competitiva Nacional de Curtas

Melhor Filme – NEGRUM3, de Diego Paulino
Melhor Filme Júri Popular – Sangro, de Tiago Minamisawa, Bruno H Castro e Guto BR
Direção – Diego Paulino, por Negrum3
Interpretação – Kauan Alvarenga, de O Órfão
Roteiro – Willian Alves e Zefel Coff, por A Praga do cinema Brasileiro
Contribuição Artística – Quando elas cantam, de Maria Fanchin
Prêmio Especial do Júri – Guaxuma, de Nara Normande

Festivalzinho de Cinema de Vitória

Melhor Filme Júri Popular – Arani Tempo Furioso, de Robert Chay Domingues da Rocha

Mostra do Outro Lado

Melhor Filme – Caranguejo Rei, de Enock Carvalho e Matheus Farias
Menção Honrosa – Carne infinita, de Isadora Cavalcanti

Mostra Nacional de Cinema Ambiental

Melhor Filme – Ka’a zar ukyze wà – Os Donos da Floresta em Perigo, de Flay Guajajara, Edvan dos Santos Guajajara e Erivan Bone Guajajara

Mostra Nacional de Videoclipes

Melhor Filme – Pedrinho (Tulipa Ruiz), de Fábio Lamounier, Pedro Henrique França e Rodrigo Ladeira
Menção Honrosa – Ok Ok Ok (Gilberto Gil), de Victor Hugo Fiuza

Mostra Mulheres no Cinema

Melhor Filme – Deus te dê boa sorte, de Jacqueline Farias
Menção Honrosa – Afeto, de Gabriela Gaia Meirelles e Tainá Medina

Mostra Cinema e Negritude

Melhor Filme – Sem asas, de Renata Martins
Menção Honrosa – Motriz, de Tais Amordivino

Mostra Outros Olhares

Melhor Filme – Do outro lado, de Bob Yang e Frederico Evaristo
Menção Honrosa – Kris Bronze, de Larry Machado

Mostra Corsária

Melhores Filmes:
– A profundidade da areia, de Hugo Reis
– Plano controle, de Juliana Antunes

Mostra Foco Capixaba

Melhor Filme – Jardim secreto, de Shay Peled

Mostra Quatro Estações

Melhor Filme – Tea for two, de Julia Katharine
Menção Honrosa: Selma Depois da Chuva, de Loli Menezes

Leia também
Conteúdo Publicitário