Governo do Estado cria equipe de transição para gestão 2019-2022

Participam da equipe: os secretários de Controle e Transparência, Marcos Paulo Pugnal da Silva; de Governo, Angela Maria Soares Silvares; e de Economia e Planejamento, Regis Mattos Teixeira (Fotografia - Leonardo Duarte/Secom)

Os membros do governo estarão disponíveis para o trabalho conjunto a partir da próxima segunda-feira (15)

O governador Paulo Hartung assinou, no final da manhã desta segunda-feira (08), o Decreto Estadual número 1.469-S, que oficializa a criação de uma equipe de transição para dialogar com representantes do governo eleito nas eleições do último domingo (07), para o período 2019-2022. O decreto assegura o compartilhamento de informações relativas às contas públicas, além de ações prioritárias e projetos estruturantes de Governo. O processo de transição começa na próxima segunda-feira (15).

Durante atendimento à imprensa, a porta-voz da equipe de transição e superintendente Estadual de Comunicação, Andréia Lopes, ressaltou o compromisso de realizar uma transição democrática e o equilíbrio das contas públicas do governo capixaba. “Nosso objetivo é fazer uma transição republicana, transparente, com todas as informações acessíveis. Essa é uma prática do nosso Governo e é assim que interessa à sociedade, porque estamos tratando de serviços e interesses públicos. Vamos entregar o Espírito Santo como um dos melhores estados do País. Diante da desorganização do Brasil, o Espírito Santo é um ‘ponto fora da curva’. É um exemplo de boa gestão”, ressaltou Andréia.

A porta-voz da equipe de transição e superintendente Estadual de Comunicação, Andréia Lopes, passou os detalhes do como será a equipe de transição (Fotografia – Fernanda Neves)
Equipes de transição

A equipe de governo que faz parte da transição será coordenada pela secretária de Estado do Governo (SEG), Angela Maria Soares Silvares. Também fazem parte da equipe os secretários de Economia e Planejamento (SEP) e de Controle e Transparência (SECONT), Regis Mattos Teixeira e Marcos Paulo Pugnal da Silva, respectivamente. Ainda de acordo com o decreto, havendo necessidade, o coordenador da equipe de governo poderá requisitar servidores de outros órgãos visando apoiar o processo de transição.

O decreto Estadual 1.469-S determina, ainda, que o governador eleito deve encaminhar, formalmente, ao governo do estado os nomes dos integrantes de sua equipe de transição da nova legislatura, indicando o coordenador. O Poder Executivo estadual disponibilizará a infraestrutura física necessária para a realização dos trabalhos da equipe de transição do governador eleito, no seguinte endereço: Avenida Princesa Isabel, 574, Edifício Palas Center, Bloco A, salas 1211 e 1212, no Centro de Vitória.

Dados

O decreto que dispõe sobre o processo de transição de Governo, referente às eleições 2018, determina que a equipe de governo será responsável por disponibilizar as informações solicitadas sobre o funcionamento dos órgãos da administração direta e de entidades da administração indireta do Poder Executivo estadual, as informações sobre as contas públicas e os programas e projetos do governo do estado.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!