Presidente da Fecomércio-RJ preso pela Polícia Federal

Operação Lava Jato
Foto: Divulgação

O trabalho da polícia é um desdobramento da Operação Lava Jato, com participação do Ministério Público Federal (MPF), da Polícia Federal e da Receita Federal

A Polícia Federal informou que o presidente da Federação do Comércio do Rio de Janeiro, Orlando Santos Diniz, está preso. A ação faz parte da Operação Jabuti, deflagrada nesta sexta-feira (23).

A prisão preventiva dele foi pedida com base em acusações de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e pertinência a organização criminosa. As informações do Ministério Público Federal dão conta de que Diniz lavou cerca de R$ 3 milhões entre 2007 a 2011. Isso teria acontecido por meio da empresa de consultoria Thunder Assessoria Empresarial.

Sendo o dono, ele participou do esquema que seria autorizado pelo ex-governador Sérgio Cabral, preso em Curitiba. A Operação Jabuti faz parte da Operação Lava Jato. É uma atuação em conjunto do Ministério Público Federal (MPF), da Polícia Federal e da Receita Federal.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!