Biólogos descobrem ‘peixe-vampiro’ que morre com luz solar

Foto: Luca Scapoli

O peixe não possui sistema de reparação do DNA, por isso quando é exposto à luz solar acaba morrendo

As grutas da Somália, na África, guardam vários segredos, entre eles animais como o “peixe-vampiro”, como foi apelidado pelos biólogos que o descobriram. As informações são da agência Sputnik.

De acordo com a publicação feita na revista Current Biology, os biólogos afirmam que nas células faltam o sistema especial responsável pela reparação de pequenas mutações do DNA, o que torna a luz solar completamente nociva ao animal.

O cientista do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, na Alemanha, Nicholas Foulkes, disse que “Estes peixes perderam de algum modo uma das partes mais antigas do sistema de reparação do DNA que têm praticamente todas as criaturas. O que é interessante é que algo parecido aconteceu apenas com um grupo de animais — os mamíferos placentários. Parece-me que isso fala de que os nossos antepassados viviam nas trevas profundas”.

Chamado de Phreatichthys andruzzii, o peixe não possui seus sistemas de reparação do DNA e eles não reagem às mudanças da intensidade de iluminação no aquário que sempre permanecem “desligados”.

Sendo assim, diferente de outros peixes que reagem à luz ativando os genes responsáveis pela defesa do genoma da radiação ultravioleta, as ovas e os alevinos do Phreatichthys andruzzii morrem vários dias depois.

Indivíduos

E assim como esses peixes, existem pessoas que sofrem do mesmo problema. Chamada de xerodermia pigmentosa, acomete cerca de uma pessoa em cada milhão, sendo elas chamadas de “crianças da Lua” ou “vampiros”.

A doença é tão perigosa que chega ao ponto de mesmo um curto passeio pelas ruas poder provocar a morte massiva de células da pele e o desenvolvimento de várias formas agressivas de câncer. Os portadores desta anomalia não chegam aos 18 anos de idade.

*Da redação com informações do Sputnik e Jornal do Brasil

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!