Ibitirama: terra, cachoeiras e belezas naturais

Ibitirama

Na Região do Caparaó está localizada a pacata Ibitirama, bem ao Sul do Espírito Santo. A cidade, que já fez parte do território de Alegre, mas ganhou emancipação em 1988, abriga o Parque Nacional do Caparaó, considerado um dos maiores do Brasil.

Repleto de belezas naturais e restaurantes com iguarias de dar água na boca, o município dispõe de trilhas ecológicas, cachoeiras de águas cristalinas e corredeiras para quem deseja um passeio inesquecível. Seu nome, oriundo do tupi-guarani, significa “montanha promissora”, título mais que merecido por conta dos encantadores roteiros.

As belas paisagens podem ser vistas do alto do Pico da Bandeira, um dos pontos turísticos mais rentáveis que atrai pessoas de vários lugares do mundo à cidade com cerca de 10 mil habitantes.

Ibitirama tem pontos turísticos que servem para a prática dos esportes de aventura ou para serem visitados com a família, como o Tecnotruta. Já no “Circuito das Cachoeiras”, estão situadas as da Água Limpa, do Firmino e da Pedra Roxa, que são paradas obrigatórias.


 

Foto: Tadeu Bianco

Parque Nacional do Caparaó

Belas paisagens, uma fauna espetacular e vegetação nativa, como a Mata Atlântica, é o que aguarda o público no Parque Nacional do Caparaó, na Serra do Caparaó, divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, na altura de Ibitirama.

O parque, cujo nome de origem tupi-guarani
significa “águas que rolam das pedras”, foi criado em 24 de maio de 1961 pelo Decreto Federal nº 50.646, assinado pelo então presidente Jânio da Silva Quadros. A área possui aproximadamente 33 mil hectares e abriga o Pico da Bandeira, considerado o terceiro ponto mais alto do Brasil, com 2.892 metros.

Foto: João Paulo de Azevedo

A estrutura visa a proteger os recursos naturais existentes e os animais em extinção, como a onça-pintada, a jacutinga, o gavião-real, a anta e o macuco, além de proporcionar atividades ecoturísticas.

Quer frio? Então, não se esqueça de preparar os agasalhos, pois em junho e julho as frequentes temperaturas mínimas podem atingir 4º C negativos, chegando a provocar geadas. De novembro a janeiro, o período é chuvoso e, entre abril e setembro, impera a fase de estiagem, tempo propício para ótimos registros fotográficos.

Durante a visita, também é possível aproveitar os banhos em cachoeira e piscinas naturais e compartilhar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol.

Como chegar:

Acesso pela BR-262 e a 245 quilômetros pela BR-101; 77 km via ES-190 e 67,6 km via ES-495. Fica localizado a 17 km da sede, e o acesso pode ser feito pela Fazenda Pico da Bandeira, no Tecnotruta, sentido Ibitirama-Santa Marta-Pedra Roxa.


 

Ibitirama
Foto: Divulgação
Toca da Truta (Tecnotruta)

Conhecido pela criação da truta, um peixe de águas frias que migrou do Canadá e se adaptou muito bem às temperaturas das águas das montanhas capixabas, o Tecnotruta é diversão garantida. Ao todo, são 38 tanques para criação, com capacidade para 7 mil peixes, que ao atingirem a fase adulta são colocados em grandes lagos do estabelecimento.

Os turistas também participam do pesque e pague e provam os saborosos pratos feitos com a carne da truta. Já as crianças podem observar os saltos quase “acrobáticos” dos peixes quando são alimentados pelos criadores.

Como chegar:

Acesso pelo km 187 da BR-262 para Venda Nova do Imigrante, distrito de Santa Marta (município de Ibitirama), 90 km (18 km de terra).


Ibitirama

Pedra Roxa

Um dos atrativos da cidade é Pedra Roxa, distrito localizado a 22 km do Centro. Lá há os mais lindos poços de águas calmas e transparentes, que atraem muitos turistas, principalmente no verão.
A mais famosa cachoeira da região, homônima do distrito, parece uma piscina natural, com água cristalina e peixes ornamentais. Está situada no Sitio da Onça, que oferece entrada gratuita.

Se quiser ainda aproveitar o que Pedra Roxa tem de melhor, basta se hospedar no Restaurante e Pousada do Luiz, que permite tomar o café da manhã com pão e bolos quentinhos, curtindo a vista para a Serra do Caparaó.
A propriedade fica a dois quilômetros depois de Santa Marta, distrito de Iúna.

Como chegar:

De Vitória, pegue a BR-101 e entre pela ES-462. Fica localizada a 22 km da sede, com acesso de estrada asfaltada, sentido Sede-Pedra Roxa.


 

Serviços

Restaurante e Pousada do Luiz
Telefone: (28) 99974-5039

Toca da Truta (Tecnotruta)

Telefone: (28) 99222-0483
Funcionamento: De segunda-feira a sexta-feira, das 11h às 17h; sábado e domingo, das 11h às 18h.

Parque Nacional do Caparaó

Telefone: (32) 3747-2943
Funcionamento: De segunda-feira a domingo das 7h às 18h para visitas, com ou sem pernoite.


 

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!