28.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

Valor da cesta básica em Vitória apresenta queda em maio

Na capital do Estado, a cesta básica custa R$ 698,24, uma queda de 4,26% na comparação com abril, quando o valor era de R$ 729,31

Por Amanda Amaral

A cesta básica em Vitória está mais barata em maio do que em abril, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), que realizou também uma comparação no valor dos itens entre capitais brasileiras. No Espírito Santo, ela é a sétima mais cara do país.

- Continua após a publicidade -

Em Vitória, a queda foi de 4,26%, o custo em abril era de R$ 729,31 e em maio passou para R$ 698,24. Na cesta capixaba, os produtos neste mês que registraram queda mais expressiva foram o tomate (23,59%), e a batata (6,45%).

Já os produtos que registraram as maiores elevações nos preços foram a farinha (8,33%) o leite (6,80%) e o arroz (4,10%). Em maio, nenhum produto apresentou estabilidade no preço.

Demais capitais

Na comparação com outras capitais, Vitória aparece em sétimo lugar onde os bens alimentícios básicos são os mais caros no Brasil. Porém, em janeiro deste ano, estava entre as cinco mais caras do país, com o valor de R$ 662,01, antes disso, esteve entre as quatro.

Valor da cesta básica em Vitória apresenta queda em maio
Entre os itens da cesta básica, o tomate (23,59%) apresentou queda expressiva. Foto: Divulgação/Ceasa

No momento, São Paulo está no topo do ranking entre as capitais, R$ 777,93. Em seguida, Florianópolis, onde a cesta básica custa R$ 772,07. Porto Alegre tem o terceiro preço mais alto, com custo de R$ 768,76.

Salário mínimo

O estudo também analisou que o trabalhador capixaba precisa utilizar 62,28% do salário mínimo para aquisição da Cesta Básica. Em abril, era preciso utilizar 65,05%. Para isso foi necessária cumprir uma jornada de 126 horas e 44 minutos para adquirir os bens alimentícios básicos.

O DIEESE também estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário para o trabalhador brasileiro. Em maio de 2022, para a manutenção de uma família de quatro pessoas, ele deveria equivaler a R$ 6.535,40, ou seja, 5,82 vezes mais do que o mínimo líquido atual de R$ 1.121,10.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA