23.1 C
Vitória
sexta-feira, 18 junho, 2021

Vacina de Oxford pode ser usada contra variante brasileira da Covid-19

Resultado da pesquisa é preliminar e ainda terá de passar pela revisão de outros cientistas antes de ser publicado em revistas especializadas

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca demonstrou eficácia em neutralizar a variante P.1 do novo Coronavírus, surgida no Brasil. A conclusão é de uma pesquisa realizada na Universidade de Siena, na Itália.

A informação foi divulgada pela médica brasileira Sue Ann Costa Clemens. Ela é coordenadora dos centros de pesquisa da vacina de Oxford no Brasil e diretora do Instituto para a Saúde Global da Universidade de Siena. O imunizante é produzido no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A conclusão foi de que a vacina combate a variante brasileira quase da mesma maneira que é eficaz à variante britânica. Apesar da pesquisa estar disponível na internet, ainda não passou pela revisão de outros cientistas e também não foi publicada em revistas especializadas.

O estudo contou com a colaboração de pesquisadores da Fiocruz Amazônia e do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Os pesquisadores esperavam que a variante brasileira se comportasse como a sul-africana, mas testes indicaram comportamento semelhante à britânica. A eficácia fica acima dos 70% nos casos leves e chega a 100% quando se trata de casos graves e hospitalização.

Com informações da Agência Fiocruz de Notícias.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade