28.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

STF mantém afastamento de Ednaldo Rodrigues da CBF

Ednaldo Rodrigues, então presidente da CBF, está afastado do comando da entidade desde 7 de dezembro

A liminar que buscava reverter o afastamento de Ednaldo Rodrigues da presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi rejeitada pelo ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Mendonça, o processo transcorre há mais de seis anos nas instâncias ordinárias da Justiça do Rio de Janeiro sem qualquer medida de urgência.

Ednaldo Rodrigues está afastado do comando da entidade desde 7 de dezembro, por decisão da 21ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

- Continua após a publicidade -

O pedido da medida de urgência feita ao STF é de autoria do Partido Social Democrático (PSD). O argumento é de que a decisão judicial do TJ-RJ “afronta as atribuições constitucionais do Ministério Público e a autonomia das entidades de práticas desportivas”. Na prática, a decisão da Justiça do Rio derrubou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que permitiu assembleias da CBF. Um dos encontros anulados foi o que elegeu Ednaldo.

Ao decidir sobre o pedido, Mendonça ressaltou que, apesar da complexidade do caso, o processo transcorreu por mais de seis anos sem a vigência de qualquer medida de urgência. Segundo o ministro, isso é motivo para não conceder a liminar que faria Ednaldo voltar ao cargo de presidente da CBF. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA