24 C
Vitória
segunda-feira, 13 julho, 2020

Satisfação do capixaba com o Sebrae é maior do que média nacional

Leia Também

ES confirma mais de 63 mil infectados pela Covid-19

Chegou a 63.881 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo, de acordo com o “Painel Covid”, da Sesa.

INSS começa teste de prova de vida digital com 550 mil beneficiários

Num primeiro momento, o mecanismo será feito por meio de reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular, para quem já tem carteira de motorista ou título de eleitor digital.

Saque emergencial FGTS liberado para os nascidos em março. Como sacar?

O valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma de todas as contas do FGTS do trabalhador. Nesta etapa, poderão ser pagos até R$ 3,3 bilhões. 

Em pesquisa realizada em todo o Brasil, o Sebrae capixaba aparece com a terceira maior nota de acordo com a avaliação da sociedade

Para se aproximar do público ao qual se destinam as atividades feitas para capacitar e qualificar empreendedores, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizou uma pesquisa de imagem com a sociedade, e a instituição no Espírito Santo teve destaque nacional. O Sebrae-ES se posicionou entre as demais unidades do país com a terceira maior nota no índice que mede o quanto o público está satisfeito e contemplado com o seu atendimento.

Pesquisa de imagem sobre Sebrae/ES junto à sociedade 2018
Fonte: Sebrae/NA

A pontuação que indica a satisfação dos capixabas com o Sebrae é de 8,6. A entidade no Espírito Santo conseguiu nota mais alta que a média nacional (8,4) e teve a maior pontuação entre as unidades do Sudeste e do Sul do Brasil, tidas como referência.

Fonte: Sebrae/NA

O Sebrae-ES também foi o único do Sudeste que melhorou a avaliação em relação ao ano passado, quando recebeu 8,2.

A Pesquisa de Imagem Junto à Sociedade 2018 foi realizada pelo Sebrae Nacional em outubro e novembro últimos, com mais de 10 mil entrevistas no Brasil, sendo 400 destas no Espírito Santo. Mais da metade dos entrevistados (58%) avaliou a imagem do Sebrae-ES com notas entre 9 ou 10, e 35% classificaram a instituição com notas entre 7 e 8. Apenas 7% deram nota menor que 7 à instituição. Também foi apontado por 94% dos entrevistados que a entidade transmite credibilidade, e 88% deles consideraram a organização como uma instituição ética.

Segundo o superintendente do Sebrae-ES, José Eugênio Vieira, esses dados reforçam o trabalho que a instituição vem realizando ao longo dos anos em prol do empreendedorismo capixaba.

“Os pequenos negócios mantêm a nossa economia em movimento, gerando a maioria dos empregos. De acordo com a pesquisa, 96% dos entrevistados acreditam que o empreendedorismo pode transformar a realidade do país. A maior parte deles também concorda que o Sebrae é o maior especialista em pequenas empresas no Brasil e que o conhecimento que oferecemos aumenta decisivamente a chance de sucesso de um negócio.

Eles estão certos. É para isto que o Sebrae existe. Para orientar, capacitar e oferecer soluções para aquele que empreende, que sabe das dificuldades desse caminho, mas acredita em seu potencial e na nossa instituição”, afirma Eugênio.


O evento é um dos maiores já realizados nos 46 anos da instituição e desponta com destaque entre os maiores para pequenos negócios em todo o país.
Durante as quase duas semanas de Plugue-SE, o Sebrae-ES trouxe para a capital capixaba grandes nomes do mercado, como Arthur Igreja (foto), Andrea Iorio, Jaqueline Weigel, Edson Mackeenzy e Andree Ridder

Plugue-SE: 12 dias, 57 eventos e mais de 4 mil participações de empreendedores

Com diversas ações para ajudar empreendedores na transformação digital, o Plugue-SE já desponta como um dos maiores eventos para pequenos negócios no Brasil. De 19 a 30 de novembro, o Sebrae-ES recebeu mais de 4 mil participações em 57 eventos presenciais realizados durante o Plugue-SE.

Foram cerca de 100 horas de conteúdo, mais de 30 convidados do Brasil e do mundo e uma infinidade de ideias. O evento é um dos maiores já realizados nos 46 anos da instituição e desponta com destaque entre os maiores para pequenos negócios em todo o país.

Num mundo absolutamente conectado, empresários e clientes precisam assimilar e se adequar às diversas experiências digitais e às necessidades do consumidor, que vivencia cada vez mais a internet. Em 12 dias, o Sebrae recebeu palestrantes, especialistas e fornecedores de produtos e serviços tecnológicos para preparar empreendedores capixabas de diversos setores a adaptar seus negócios à realidade digital.

Entre os 57 eventos da programação, 15 foram transmitidos on-line com mais de 3,5 mil acessos aos conteúdos disponibilizados no site do Plugue-SE. Esses acessos foram feitos de todos os estados do Brasil e de diversos países, como Estados Unidos, Canadá, Marrocos, Portugal, Espanha, França, Itália, Alemanha, Inglaterra, Índia, Indonésia e Japão.

No site do evento (pluguese.com.br), ainda é possível se inscrever para assistir on-line às gravações de algumas palestras e também acessar outros conteúdos relacionados aos temas abordados. São orientações para empreendedores que desejam se atualizar sobre novidades tecnológicas, mercado digital, relacionamento com o cliente, sustentabilidade e acessibilidade, nos mais diversos segmentos da economia capixaba.

Para abrir o Plugue-SE, no dia 19 de novembro aconteceu a inauguração do Sebraelab, um espaço destinado ao desenvolvimento de negócios criativos e tecnológicos dentro da sede do Sebrae-ES

Outra importante conquista do evento é o networking entre fornecedores e empreendedores, que puderam estreitar relacionamento no Espaço Business & Experience, oferecido pelo Sebrae-ES para fornecedores de produtos e serviços voltados à tecnologia e inovação. Segundo uma sondagem de aproximação comercial com sete dos expositores participantes, a expectativa de negócios fechados a partir do evento é movimentar cerca de R$ 135 mil nos próximos seis meses.

O superintendente do Sebrae-ES, José Eugênio Vieira, ressalta a importância de eventos como o Plugue-SE para as empresas que desejam se destacar num mercado cada vez mais digital e competitivo. “O empresário precisa estar atento e se preparar, pois a empresa que não se adaptar corre o risco de morrer, e a missão do Sebrae é evitar que isso aconteça. Por isso, estamos canalizando todas as nossas forças nesse movimento de levar transformação digital e inovação às empresas, contribuindo para que elas não apenas sobrevivam, mas também se desenvolvam nesse mercado disruptivo”, complementou.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Chefe ou líder? O que você é?

Entende-se que uma das características mais importantes de um líder é desenvolver uma equipe que seja capaz de funcionar sem ele

Tecnologia faz produção de café conilon “pocar” no Norte do ES

Quem apostou em sistemas de irrigação modernos, aliados ao manejo correto integrado, já começa a colher os primeiros frutos de uma tecnologia que veio para ficar.

Feirão Limpa Nome: seis passos antes de renegociar!

Mas antes de ir para a etapa de negociações é importante que o consumidor conheça seus números e faça uma faxina financeira.

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Vida Capixaba

Desafios do mercado audiovisual será tema de live

No bate-papo virtual também vão estar em pauta os desafios do mercado audiovisual e a experiência de Abel Santana no mundo das artes.

Mães à beira de um ataque de nervos

Não há descanso para as mamães, em casa, durante a pandemia Por Letícia Vieira Patrícia achou estranho o silêncio repentino, fazia meses que aquilo não acontecia:...

Escolas de Vila Velha são notificadas por não dar descontos nas mensalidades

As instituições privadas de ensino que não estão aplicando o desconto previsto na Lei Estadual nº 11.144/2020, válida a partir do dia 19 de junho.

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...
Continua após publicidade