27.9 C
Vitória
sábado, 15 junho, 2024

Rússia ameaça retaliar Reino Unido por ajuda à Ucrânia

Moscou reagiu a falas do ministro das Relações Exteriores britânico sobre possível uso de armas enviadas pelo Reino Unido contra a Rússia

O governo da Rússia informou em comunicado nesta segunda-feira, 6, que convocou o embaixador britânico no país, N Casey, para expressar seu “forte protesto” ante declarações recentes do secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, David Cameron, sobre o direito da Ucrânia de atacar território russo usando armas britânicas. Segundo Moscou, Cameron na prática reconhece “seu país como uma parte do conflito”, o que daria aos russos direito de reagir “no território da Ucrânia e fora dele”.

O regime russo informou ao embaixador britânico que as palavras de Cameron são “evidência de uma escalada séria e de confirmação do crescente envolvimento de Londres em operações militares do lado de Kiev”.

- Continua após a publicidade -

“Casey foi advertido que a resposta a ataques ucranianos usando armas britânicas em território russo poderiam ser em qualquer instalação militar britânica e equipamento no território da Ucrânia e para além dele”, reforça o comunicado.

O embaixador ainda foi convocado a “pensar sobre as inevitáveis consequências catastrófica desses passos hostis de Londres” e a refutar da forma mais “decisiva e inequívoca” as “declarações provocativas e belicosas” do chefe da chancelaria britânica. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA