21.7 C
Vitória
quinta-feira, 9 julho, 2020

Prejuízo com fechamento de shoppings centers capixabas chega a R$ 1 bilhão

Leia Também

ES registra mais de 58 mil pessoas confirmadas com o novo coronavírus

Destes, 39.609 já estão curados. O número de mortes também subiu nas últimas 24 horas. São 1.911 óbitos, ante os 1.879 de ontem (07). O índice de letalidade está em 3,26%.

Provas do Enem serão realizadas em janeiro de 2021

O anúncio foi realizado por meio de coletiva de imprensa, que contou com a presença do secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes.

Vendas de veículos novos apresentam retração em maio

Já no acumulado dos cinco meses de 2020, os 21.187 veículos emplacados registraram 25,98% abaixo do resultado verificado no mesmo período do ano passado, quando foram  vendidas 28.624 unidades.

Mais recursos para atendimento a pessoas em situação de rua

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), a verba será doada pelo governo estadual, que repassará R$ 376,2 mil para a realização de ações em três meses.

Parados desde o dia 19 de março, os estabelecimentos comercias apresentaram proposta ao governo do Estado, que decidirá amanhã (30) se reabrem ou não

Os shoppings centers da Grande Vitória estão fechados desde o dia 19 de março, por meio de um decreto estadual a fim de conter a pandemia do novo coronavírus. Segundo o coordenador estadual da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce)  e diretor-geral do Shopping Vitória, Raphael Brotto, o prejuízo pode chegar a mais de R$ 1 bilhão.

“Estamos fechados há 70 dias, mas para sobreviver muitos estabelecimentos estão trabalhando com delivery, e a partir do Dia das Mães – celebrado em 10 de maio – estão atuando com sistema drive-thru“, disse Brotto.

Os shoppings centers do Estado são responsáveis por 30 mil empregos, entre diretos e indiretos, e abrigam cerca de 2 mil lojistas. De acordo com o coordenador da Abrasce, muitos desses empregos já estão comprometidos. “Infelizmente, já soubemos que 50% dos colaboradores já estão com os empregos ameaçados”, afirmou.

Reabertura

O governo do Estado vai decidir até este sábado (30) se reabre escolas e shoppings, que estão fechados desde março. O assunto será discutido na reunião da Sala de Situação, que trata dos assuntos referentes ao enfrentamento do novo coronavírus no Estado.

hopping Boulevard Vila Velha
As vendas caíram muito nos shoppings centers da Grande Vitória. – Foto: Reprodução

A proposta de reabertura foi entregue ao governo do Estado por representantes da Abrasce no dia 18 de maio. No documento, consta mais de 50 itens de segurança para quem for frequentar os malls, conforme explicou Brotto.

“Fizemos a proposta com protocolo com bases internacionais de abertura dos empreendimentos. Nosso protocolo é certificado pelo hospital paulistano Sírio-Libanês, que transmite grande credibilidade. Estamos aguardando uma resposta positiva do governo do Estado. Estamos confiantes”, afirmou o coordenador estadual da Abrasce.

Ele ressalta que a proposta é segura e que respeitam as normas de higienização recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “O protocolo que os shoppings vão cumprir é muito importante. E ele é rigoroso. As pessoas podem voltar a frequentar de forma consciente e se sentirem confortáveis. Lembrando que não haverá evento, cinema, nada ligado a lazer. Somente compras”, destaca Brotto.

Novos modelos

Shoppings centers e o comércio de rua nas cidades de São Paulo que foram autorizadas a retomar atividades econômicas terão de respeitar restrições ao número de frequentadores e limites de horário de funcionamento, segundo detalhes divulgados nesta sexta-feira, 29, pela gestão João Doria (PSDB).

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, os shoppings e o comércio nas cidades da fase 2, laranja (como é o caso da capital paulista), só poderão operar atendendo 20% da capacidade, com um horário de abertura de quatro horas por dia.

No caso dos shoppings, as praças de alimentação devem ficar fechadas. Nas cidades que estão na fase 3, amarela, o horário será de seis horas e a capacidade, de 40%. “Ainda estamos em um momento de tomar muito cuidado, sair somente se for estritamente necessário”, disse a secretária.”Não estamos saindo a passeio. Temos de ter muita responsabilidade neste momento para que os resultados sejam alcançados.”

O Estado tem cinco fases de quarentena, vermelho, laranja, amarelo verde e azul, sendo a primeira a restrição total e última a liberação. Há uma série de protocolos em cada etapa. Na capital, o prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou que a cidade ainda vai assinar protocolos reabertura, com associações representantes dos setores que poderão voltar a funcionar, antes de reabrir.

A partir de segunda-feira, dia 1º, a fiscalização ao comércio será reforçada. Lojas e shopping só poderão abrir após assinar os protocolos de higiene.

“Não vamos dar prazo, para não ficar refém desse prazo. Assim que a Vigilância Sanitária permitir, reabre”, disse Covas. “Apesar da autorização dada pelo governo do Estado, no dia 1º começa a análise dos protocolos. E vamos com fiscalização mais intensificada para a rua na segunda-feira”, comentou Covas, quando questionado sobre comércios que podem vir a reabrir antes da autorização municipal.

*Da redação, com informações da Agência Estado.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vendas do varejo sobem 13,9% em maio ante abril, revela IBGE

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam queda de 8,6% no ano e redução de 1% em 12 meses. Confira! Por Daniela Amorim (AE) As vendas...

Sicoob ES vai liberar R$ 200 milhões para produtores de café

O volume será disponibilizado mais cedo este ano, neste mês, como uma medida do Ministério da Agricultura para apoiar o setor neste momento de pandemia.

Dia Mundial do Chocolate: destaque na produção da matéria-prima no ES

O Espírito Santo produz cerca de oito mil toneladas de cacau por ano. Isso porque o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) apoia os agricultores, fomentando a produção de cacau no território capixaba.

Ministérios defendem venda de refinarias após Congresso pedir bloqueio

Pastas da Economia e de Minas e Energia emitiram nota. Saiba mais!  A privatização de refinarias da Petrobras encontra aval em decisões recentes do Supremo...

Vida Capixaba

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.

Como fica o tempo nesta semana no Espírito Santo? Veja!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a previsão é de poucas nuvens e sem chuvas nas regiões capixabas.

Centro de Quarentena começa a funcionar em Vitória

A previsão é acolher cerca de 800 pessoas até o fim do ano. E para atender os pacientes, foi montada uma equipe com 44 profissionais, entre assistentes sociais, técnicos de enfermagem, entre outros.
Continua após publicidade