20.5 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Prefeituras reduzem em 4% gasto com pessoal no ES

De acordo com anuário Finanças dos Municípios Capixabas, a redução de gasto pessoal foi causada pela pandemia

Por Josué de Oliveira

As prefeituras do Estado tiveram uma redução de 4% em gastos com a folha de pagamento em 2021. O motivo foi a Lei Complementar 173/2020, que proibiu os municípios de fazer contratações, concursos públicos e conceder reajustes salariais por conta da pandemia.

- Continua após a publicidade -

De acordo com os dados divulgados pelo anuário Finanças dos Municípios Capixabas, essa foi a segunda maior contração percentual desde o fim da década de 1990, sendo superada apenas pela redução de 6,4% em 2016.

Dos 77 municípios analisados pela publicação, 73% registraram redução real na despesa com pessoal.

As retrações mais expressivas foram registradas em Presidente Kennedy (-18%), Água Doce do Norte (-15,1%), Piúma (-14,8%), Ibitirama (-14%) e Itapemirim (-12,9%).
Vitória, a capital do Espírito Santo, apresentou a maior diminuição absoluta do Estado, da ordem R$ 77,1 milhões.

Por outro lado, 21 municípios assinalaram crescimento real na despesa com pessoal em 2021. São eles: Muqui (12,2%), São José do Calçado (11,1%), Águia Branca (9,2%) e Vila Pavão (8,6%), Viana (8,6%) e Cariacica (8,4%).

“A preços correntes, ou seja, sem considerar a variação do nível de preços, os dispêndios com pessoal subiram 3,8%. Porém, o crescimento inflacionário de 8,3% entre os preços médios de 2020 para 2021 foi decisivo para o recuo real de 4%”, explicou a economista e editora do anuário Tânia Villela.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA